Como o Google TV Vai Complicar o Web Analytics

O Google TV é o maior exemplo atual sobre como será a mudança quando a nuvem se tornar um fator importante na forma como as pessoas assistem televisão. E o efeito começa a ser considerado em como nós vemos as ferramentas de analytics e métricas na web.

As métricas online ajudam o proprietário do site a entender e melhorar vários aspectos do seu site. O analytics define como os anunciantes gastam seus dólares.

O AnalyticsMarket postou recentemente suas opiniões sobre como o Google TV afetará o web analytics. Os pontos de vista são particularmente relevantes, agora que o serviço está disponível.

O Tráfego da TV pode ser Difícil de ser Diferenciado

A descrição do sistema operacional pode dar alguma ideia de que o espectador está assistindo televisão, mas na maioria dos casos vai parecer idêntico a outros dispositivos. Com o Google TV, a televisão irá utilizar o navegador Chrome e será capaz de rodar Flash na maioria dos aplicativos, tornando-os mais indistinguíveis.

As Métricas Perderão o Sentido

As televisões representam uma experiência visual diferente de um computador pessoal ou um smartphone. Por exemplo, as pessoas costumam assistir televisão enquanto utilizam outro dispositivo. Mas, e se alguém utilizar 3 ou 4 dispositivos diferentes? Isso faz com que as métricas tradicionais não sejam tão relevantes. “Visitantes únicos,” “novos visitantes,” “período desde a última visita,” se tornam mais difíceis de serem mensurados. Como resultado, o web analytics confiará mais nas visitas do que nos visitantes.

A televisão também é uma atividade social. Muitas vezes, há várias pessoas assistindo, fazendo do termo “visitante” ainda menos aplicável.

Mas e a Conversão?

Digamos que um grupo de pessoas está assistindo o Google TV. Eles estão navegando por alguns sites. Todos eles vão para suas casas. Um deles visita novamente o site em seu notebook. Não tem como rastrear a conversão da televisão com tanta precisão. Isso gera outras questões de mensuração como a comparação do número de conversões para o número de pessoas que viram o anúncio no Google TV.

Abra o cenário ainda mais e a complicação aumenta.

A Pressão dos Colegas

O grupo na nossa sala teórica está navegando em alguns sites diferentes. Haverá uma série de influências que afetam a decisão de qual site acessar, o que explorar no site e, talvez, o que comprar. É muito diferente ver um site sozinho. A dinâmica do grupo muda consideravelmente. Isso significa que provavelmente veremos mais páginas da web desenvolvidas para que grupos de pessoas as assistam de suas salas de estar.

Os Aplicativos Mudarão a TV

O Google TV lançará seu SDK em 2011. O Android Market vai acolher os aplicativos do Google TV. Isso influenciará na maneira que os sites são desenvolvidos. Isso vai mudar a forma que usamos o aparelho de TV.

Segundo o AnalyticsMarket:

“Dadas as diferentes restrições que a TV colocará na navegação da web, as empresas podem começar a desenvolver sites especificamente para as TVs, como eles fazem com os telefones. Tanto para os aplicativos para TV como os sites para TV, os analistas da web precisam olhar para os relatórios de uma nova perspectiva.”

O que vai Acontecer com o Web Analytics?

O futuro do web analytics terá que ser mais abrangente com o advento do Google TV. Mas, da mesma maneira que a computação em nuvem cria problemas, ela também oferece novas formas de mensuração. Entender e tirar sentido do Big data será a diferença, nos ajudando a compreender de vários pontos de vista sobre a maneira como assistimos TV e interagimos com os aplicativos que em breve serão oferecidos.

0 responses to “Como o Google TV Vai Complicar o Web Analytics

  1. Com o acesso a web pela TV o grande “problema” que enxergo para mensurar é realmente o uso coletivo. Quanto às questões de filtrar as versões de sistemas e tecnologias usadas pelos telespectadores, isso é resolvido facilmente e em pouco tempo.
    Mas, mesmo a TV tornando-se um veículo de mídia digital, ela ainda gera uma interação offline muito grande e que é difícil de ser mensurada. Além da interação por outros dispositivos.
    São questões muito pertinentes não só com o GoogleTV como com qualquer dispositivo de TV interativa.

    Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *