Acelerando o movimento de Lean Startup no Brasil: Assista os Simulcasts da Startups Lessons Learned Conference

Autor Convidado: Eric Santos é fundador da Praesto Mobile e um dos entusiastas do modelo lean no Brasil. Ele compartilha suas ideias em seu blog Manual da Startup e no Twitter, no @ericnsantos.

Apesar das diversas histórias que escutamos sobre empresas como Google, Youtube, Facebook, Twitter, ou mesmo alguns casos brasileiros mais conhecidos tais como Buscapé e Mercado Livre, a realidade é que a maioria das Startups fracassa. Para cada um desses casos de sucesso que ouvimos falar repetidamente, dezenas de empreendedores tentam reproduzir o mesmo sonho e acabam ficando muito aquém da sua expectativa e potencial.

A razão desse fracasso pouco tem a ver com a questão tecnológica ou com a incapacidade dos fundadores de criar a equipe e o produto. A principal causa de morte das Startups é dada ao fato delas não conseguirem encontrar mercado o seu produto revolucionário. Ou nas palavras de Marc Andreessen, as Startups fracassam por (e somente por) não encontrarem o Product/Market Fit.

Nos EUA, mesmo com a abundância de Capital de Risco, nos últimos anos tem crescido um movimento – puxado tanto por empreendedores quanto por investidores – que reconhece esse problema e propõe alternativas para aumentar significativamente a taxa de sucesso das novas empresas de base tecnológica. Esse movimento foi batizado de Lean Startup.

O conceito fundamental da Lean Startup parte do princípio de que grande parte da sua visão inicial do empreendedor sobre o negócio (produto, clientes, marketing, canais, etc.) são apenas hipóteses que devem ser provadas o quanto antes no mercado, e que esses componentes do negócio devem ser adaptados na medida em que novos fatos vão surgindo neste processo de validação da ideia no mercado.

Em uma Lean Startup, o empreendedor e o investidor entendem que há duas fases muito distintas da empresa: a fase da Procura pelo Negócio – com foco em experimentação e aprendizado – e a fase do Crescimento, com foco na execução de um modelo escalável que foi descoberto. Para garantir a passagem de uma fase à outra, a Lean Startup lança mão um processo proativo de investigação e desenvolvimento de clientes (Customer Development) combinado com técnicas de desenvolvimento ágil de produtos e rigor em métricas para aprendizado.

Promovermos e alinharmos esse movimento no Brasil se faz ainda mais necessário do que nos EUA, já que o Capital de Risco por aqui é um recurso escasso e a maioria dos empreendedores não pode “se dar ao luxo” de errar. Tenho procurado ajudar a difundir alguns destes conceitos através do blog Manual da Startup e de algumas palestras e encontros, contado sempre com o apoio de diversas outras iniciativas.

Para ajudar nessa tarefa, no dia 23/04 teremos em duas cidades brasileiras (Florianópolis e Belo Horizonte) exibições simultâneas da Startup Lessons Learned Conference, evento que acontece em San Francisco-EUA com a participação dos principais pensadores e praticantes do movimento, que apresentarão e discutirão conceitos, técnicas e estudos de casos de sucesso.

Para se inscrever para participar dos Simulcasts, basta acessar e confirmar presença nos links abaixo:

Cidade: Florianópolis
Organização: Manual da Startup e TISC
Link: http://www.meetup.com/Floripa-Startups/calendar/13090194/

Cidade: Belo Horizonte
Organização: Aceleradora
Link para inscrição: http://sllconf-bhz.eventbrite.com/

0 responses to “Acelerando o movimento de Lean Startup no Brasil: Assista os Simulcasts da Startups Lessons Learned Conference

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *