Adobe Desiste da Apple: Olá Android!

A Adobe está oficialmente desistindo da Apple. Ou melhor, a Apple desistiu da Adobe e só agora a Adobe está admitindo. De qualquer maneira, a novidade é que o “pacote da Adobe para o iPhone”, o grupo de ferramentas do Flash Professional que permite aos desenvolvedores Flash facilitarem a produção de aplicativos para o iPhone, não existirá mais. O kit de ferramentas ainda virá com o Creative Suite 5 como planejado, mas nenhum desenvolvimento ou investimento futuro está previsto nesta área, disse Mike Chambers, o gerente de produtos para relações de desenvolvedores da plataforma Flash da Adobe, em seu blog recentemente.

Adeus, iPhone

A notícia destaca a crescente tensão entre as duas empresas, que começou com a decisão da Apple de não permitir o Flash em seus dispositivos móveis, incluindo o iPhone, o iPod Touch e agora, o iPad.

Recentemente, a Apple fez alterações em sua licença do SDK do iPhone e Android e os desenvolvedores agora assinam um acordo prévio para a desenvolvimento de aplicativos mobile para a Apple, prometendo não usar ferramentas não Apple para programar aplicativos. Os desenvolvedores já não podiam utilizar compiladores cross-platform para desenvolverem para o iPhone. Era preciso desenvolver usando o código nativo. (“Aplicativos devem ser originalmente escritos em Objective-C, C, C++, ou JavaScript como executado pelo motor iPhone OS Webkit.”)

Essa alteração matou efetivamente os planos da Adobe para seu pacote Flash-to-iPhone, uma ferramenta que deixaria os desenvolvedores Flash adaptarem suas criações na plataforma da Apple.

Mas será que a Adobe está preocupada? Até que não. Na verdade, eles parecem mais irritados do que preocupados. Principalmente se você ler depoimentos de empregados como o do evangelista da plataforma Adobe Lee Brimelow, que intitulou sua crítica (não endossada pela empresa) “Apple dá Um Tapa no Rosto dos Desenvolvedores.”

Mas até o gerente de produtos da Adobe não consegue resistir a oportunidade de repreender a Apple, como ele o fez no anúncio em seu blog. Ele escreveu, “… como aprenderam os desenvolvedores para iPhone, se você quer desenvolver para o iPhone você deve estar preparado para a rejeição ou restrição da Apple, e ela virá a qualquer momento, e aparentemente sem nenhuma razão.”

Até certo ponto, ele está certo. A Apple também acrescentou uma proibição de anúncios que não são da Apple e analyticsnos termos de uso para desenvolvedores do iPhone e iPad.

Olá Android

Agora, invés de vez de continuar criticar a empresa de Cupertino, os empregados da Adobe devem destacar os planos da Adobe para outras plataformas.

Segundo Chambers, “Os telefones Android estão indo bem”. E a verdade é que a plataforma está crescendo assustadoramente. Apenas alguns meses atrás, o Android duplicou seu market share e também que o Android Marketplace está se tornando rapidamente a loja que mais cresce.

Chambers diz ainda que a Adobe está trabalhando agora com a Google para trazer o Flash Player 10.1 e o Adobe AIR 2.0 para dispositivos do Android. A empresa planeja ter o Flash 10.1 pronto para o Android (também para Palm e RIM) até o final do primeiro semestre de 2010.

Será que os usuários do Android, diferentemente dos da Apple ainda se importam com o Flash?

0 responses to “Adobe Desiste da Apple: Olá Android!

  1. Não creio que motivos técnicos ou tecnológicos sejam a verdadeira razão para a Apple rejeitar o Flash,uma vez que a Adobe faria as correções que a Apple quisesse. Desconfio que o motivo seja totalmente humano; vil. No passado a Adobe abandonou a Apple num momento em que esta estava fragilizada na luta contra o Windows. Essa parou da fazer aplicativos para a plataforma Macintosh, deixando a Apple sem alternativa, a não ser ela própria fazê-los.
    Na minha opinião, o Steve Jobs está simplesmente se vingando.

  2. Na boa, Jobs não “desistiu” da Adobe, mas sim “desistiu” de bons usuários e desenvolvedores.

    O maior tiro no pé foi ele não aprender a “engolir sapos do passado” e com isso perderá forte linha do mercado.

    Estou com o iPhone desde o início em 2007 e sempre aguardei pacificamente o tal flash.

    Agora, depois dessa e com o crescimento do Android… Jobs simplesmente me lançou ao Android, enquanto ignora também milhões de usuários.

    Adeus Apple!

  3. Apple acaba se fechando para o mercado mais uma vez, acertando nos pontos mais difíceis e errando nos mais tolos, enquanto isso o Android continua ganhando um market share incrível.

  4. Apple acaba se fechando para o mercado mais uma vez, acertando nos pontos mais difíceis e errando nos mais tolos, enquanto isso o Android continua ganhando um market share incrível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *