Até o final de 2010 as Vendas de E-books Alcançarão US$1 Bilhão, até 2015 será US$ 3 Bilhões

Com as férias quase chegando e o provável aumento de vendas de e-books e leitores de e-books, a empresa de análise Forrester está prevendo que até o fim de 2010 quase US$1 bilhão será contabilizado em vendas de e-books.

De acordo com a previsão de 5 anos da Forrester em relação aos e-books no EUA, 2010 se encerrará com um total de US$ 966 milhões em vendas de E-books. Além disso, o mercado de e-books está pronto para se triplicar, com US$ 3 bilhões em vendas até 2015.

Foi um grande ano para os e-books. De acordo com a Association of American Publishers (Associação de Editores Americanos), as vendas de e-books aumentaram 193% em relação ao ano anterior e continuam crescendo. Em Julho deste ano, os e-books ultrapassaram os livros de capa-dura na Amazon.com, e no mês passado a Amazon anunciou que os livros do Kindle estavam vendendo mais que os bestsellers impressos em uma margem de dois para um.

Falamos brevemente com James McQuivey, o autor do relatório da Forrester, que nos disse que a Forrester chegou nestes números perguntando aos consumidores se eles possuíam e-readers e quanto eles gastavam com e-books. Ele nos disse que no final, o consumidor médio de e-books gasta US$60 por ano em e-books. De acordo com o James, muitas editoras esperavam que o número fosse ainda maior do que tinham visto com os padrões de compra. James dá uma rápida resumida no mercado consumidor de e-books em seu blog:

Apenas 7% dos adultos online que lêem livros consomem e-books. Mas esses 7% é um grupo muito atraente: eles lêem mais livros e gastam mais dinheiro com eles. E aqui está o lance – o leitor comum de e-books já consome 41% dos livros em formato digital. Ah, e isso inclui as pessoas que ainda não possuem um e-reader, que representam quase a metade deles. Para aqueles que possuem um Kindle ou outro e-reader, eles lêem 66% de seus livros digitalmente.

De acordo com o James, uma vez que as pessoas começam a ler e-books ao invés da mídia impressa tradicional, eles se viciam, ou seja, a mudança para os e-books está a caminho. “A partir de agora,” ele prevê, “as coisas vão mudar tão rápido que no momento em que a poeira baixar, o mercado dos livros pode se tornar o mais digital de todas as indústrias de mídia, mesmo tendo um começo mais tardio.”

0 responses to “Até o final de 2010 as Vendas de E-books Alcançarão US$1 Bilhão, até 2015 será US$ 3 Bilhões

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *