Chegaram os Agregadores de Compras Coletivas. Será que o Mercado Tem Espaço?

O número de cidades cobertas não pára de crescer, e o boca a boca é o ponto chave do marketing dos Groupon-like, com cadastros de indicação em troca de 10 reais. Como contamos aqui no @rwwbrinício da febre, que em menos de 2 meses do lançamento do primeiro site de ofertas no Brasil já tínhamos 5 similares, hoje são mais de 10. O grande medo do original chegar ao Brasil (intitulado de Clube Urbano) acabou passando batido, o Peixe Urbano continua na liderança do mercado, próximo ao Clickon, que deu uma impulsionada depois do investimento.

Ainda é difícil prever se o que está atraindo os usuários são as ofertas mais baratas, as de melhor custo benefício ou as de nicho – apesar de muitos divulgarem serviços de estética. No hype do mercado, e com o número cada vez maior de usuários cadastrados a cada dia, a heterogeneidade da base é grande, e após uma maior estabilidade e um histórico maior de ofertas, as estratégias de marketing poderão ser mais direcionadas. Pelo jeito, tudo ainda é teste.

Neste período, um site que tem tido um enorme crescimento, na linha dos principais Compras Coletivas no Brasil, é o Zipme, um meta buscador de ofertas com um modelo de negócios um pouco óbvio: CPA. O usuário é direcionado para o site de compras coletivas e quando há a conversão de compra, o Zipme ganha uma comissão – não revelada. O Zipme já atinge 15 mil visitas por dia, agrega 12 sites de compras coletivas e tem como diferencial o agregador de clubes de compras (Brands ClubPrivalia, por exemplo). Essa onda também acontece nos Estados Unidos, com o serviço do Yipit, que recebeu aporte de 1,3 milhões de dólares.

A vantagem desse tipo de serviço é que o usuário recebe apenas um email com todas as ofertas do dia, sem acordar de manhã com a caixa de entrada cheia. O Zipme tem em média 200 cadastros diários, com um recorde de 2 mil em apenas um dia, segundo seus fundadores.

Outras empresas  já estão entrando na onda, e uma delas é o Apontador, que agora,  além de apontar endereços, criou o Aponta Ofertas. Também existem outros sites similares com grande tração, como o Busca Descontos.

A pergunta que fica é: será que esse modelo se sustenta? A aposta de uma consolidação no mercado ainda existe, e o que era pulverizado pode vir a ficar tudo em um mesmo lugar? É possível que um gigante, com grande tráfego, apareceça e crie um serviço similar, assim como fez a Ask.com? O Buscapé não tem muita cara de seguir por esse caminho, mas tudo é possível.

0 responses to “Chegaram os Agregadores de Compras Coletivas. Será que o Mercado Tem Espaço?

  1. Minha dúvida sobre os portais de compra coletiva é sobre o nível de competitividade nesse segmento e o que as empresas poderão fazer para se diferenciar. Olhando por cima, o negócio praticamente não possui barreiras de entrada (Porter). Consequência disso é surgirem vários players de um dia para o outro. Hoje o que faz um empreendedor investir no Peixe Urbano ou no ClickOn ou outro concorrente? Tenho essa curiosidade sobre como eles estão se preparando para fixar um posicionamento no mercado. A interface ao menos é exatamente igual em todos os players. Uns dizem que cobram parte do valor depois, outros não revelam o volume de pacotes vendidos.

    Outra dúvida é a seguinte. Esses portais vendem aos estabelecimentos uma ação de mídia. Faça uma grande oferta para atrair consumidores que podem tornar-se fiéis. Vendo resultados do idealizador do negócio nos EUA, posso afirmar em muitos casos que não é essa a realidade que está ocorrendo – http://www.screenwerk.com/2010/03/25/the-dark-s….

    Duas são as questões:

    – Se o público que compra essa oferta agressiva irá retornar novamente sem o estímulo – digo condições de hábitos de consumo e condições sócio-econômicas mesmo.

    – Se quase todo dia há uma oferta de SPA, por que irei tornar-me fiel a um estabelecimento se posso fazer um rodízio em vários me aproveitando das ofertas do dia.

    Todos que trabalham ou trabalharam com marketing e realizaram ações promocionais de maior escala sabem que existem os “participadores profissionais de promoções”. Pensando nos grupos de compra, qual o percentual de consumidores que compra aquela oferta, utiliza o benefício mas nunca mais retornará aos estabelecimento?

    Inclusive atuo nesse meio. Levanto esses fatos pois trabalho com ações promocionais e boa parte dos meus clientes que anunciaram nesses portais afirmaram que irão pensar duas vezes antes de investir novamente e que provavelmente se fizerem não irão realizar a oferta nas mesmas condições – menos descontos e etc.

    Há um player que vende em seu material que 98% dos empreendedores estão satisfeitos, mas descobrimos que a pesquisa é realizada logo após a conclusão da oferta, ou seja, o empreendedor ainda não conseguiu mensurar o impacto da ação no seu negócio.

  2. É interessante observar a movimentação nessa área. Só algumas dúvidas e observações:

    – Qual o critério para considerar o Peixe Urbano o lider do mercado?

    – Não creio que o Zipme receba CPA. Por enquanto, acho que esse modelo de negócios não passa de um desejo dos criadores do site.

    – Sinto falta de críticas às práticas de vários players. Só o TC destacou os anúncios fakes do Clube Urbano, ninguém fala dos ads de conteúdo duvidoso, dos contadores de compradores com números falsos, etc.

    O jeito é continuar acompanhando e torcer para que prevaleçam os players com as melhores propostas e serviços.

  3. Mauricio,

    – O peixe urbano pode ser considerado lider no mercado pelo número de vendas que faz. Se você comparar em números a quantidade de vouchers vendidos de cada oferta (http://www.peixeurbano.com.br/sao-paulo/ofertas… x http://www.clickon.com.br/clickon-client-http-d…) há boa diferença.

    – Sobre o modelo de CPA, segundo os fundadores, as negociações aconteceram e estão acontecendo.

    – Concordo com você em relação às críticas. Porém, ads de conteúdos duvidosos não acredito. Isso queima o a empresa, vender coisa que não existe. Contadores de números falsos também não acredito que ocorram, mesmo.

  4. Sem dúvida o mercado de compras coletivas ainda tem muito a crescer. Só espero que não seja a próxima bolha da internet.

    Interessante esse Zipme. Tem também esse outro agregador, que parece recente: NossoDesconto – http://www.nossodesconto.com.br

    @Maurício Maia
    Não sei se os agregadores recebem por CPA, mas provavelmente recebem algum tipo de incentivo ($$$), afinal ninguém trabalha de graça. Ou será que tem algum player por trás dos agregadores?

  5. Sem dúvida o mercado de compras coletivas ainda tem muito a crescer. Só espero que não seja a próxima bolha da internet.

    Interessante esse Zipme. Tem também esse outro agregador, que parece recente: NossoDesconto – http://www.nossodesconto.com.br

    @Maurício Maia
    Não sei se os agregadores recebem por CPA, mas provavelmente recebem algum tipo de incentivo ($$$), afinal ninguém trabalha de graça. Ou será que tem algum player por trás dos agregadores?

  6. Acredito que as compras coletivas é uma forma boa, porem como sempre somo meros copiadores de formulas que vem de “fora”. Temos que criar nossa própria fórmula, os costumes são diferente. Nào digo que as compras coletivas estejam erradas, mas devemos aperfeiçoa-las.

    Venho estudando a mais de 4 anos uma formula de fidelização, entre empresas e consumidores e desta forma lançamos um portal de Promoções e Emissão de Desconto, a idéia é muito parecida porem se olharmos com um olhar clinico veremos que o Portal Evero é uma ferramenta de Marketing para Marketing de Incentivo e Rede Social em um unico lugar.

    As pessoas que procuram a Evero querem promoção e querem se comunicar com as empresas anunciantes.

    Desta forma convido a todos para fazerem uma visita em http://www.evero.com.br

    Aguardo a todos neste Blog que eu realmente fiquei impressionado não só pelo conteudo mas pela qualidade que esta muito boa. Parabéns

    Abraços André

  7. Acredito que as compras coletivas é uma forma boa, porem como sempre somo meros copiadores de formulas que vem de “fora”. Temos que criar nossa própria fórmula, os costumes são diferente. Nào digo que as compras coletivas estejam erradas, mas devemos aperfeiçoa-las.

    Venho estudando a mais de 4 anos uma formula de fidelização, entre empresas e consumidores e desta forma lançamos um portal de Promoções e Emissão de Desconto, a idéia é muito parecida porem se olharmos com um olhar clinico veremos que o Portal Evero é uma ferramenta de Marketing para Marketing de Incentivo e Rede Social em um unico lugar.

    As pessoas que procuram a Evero querem promoção e querem se comunicar com as empresas anunciantes.

    Desta forma convido a todos para fazerem uma visita em http://www.evero.com.br

    Aguardo a todos neste Blog que eu realmente fiquei impressionado não só pelo conteudo mas pela qualidade que esta muito boa. Parabéns

    Abraços André

  8. O Clube Urbano não passa de uma brincadeira amadora. É descompromissado com a segurança dos dados dos clientes, com a legislação brasileira e indigno de confiança!
    Debitaram valores indevidos no meu cartão de crédito, e apesar de inúmeros emails e ligações ao serviço de atendimento ao cliente não obtive nada além de aborrecimento.
    Alerto a todos que NÃO COMPREM NO CLUBE URBANO ou correrão o risco de sofrer com prejuízos e dores de cabeça como eu!

  9. Daqui alguns dias, vamos ter de criar um “catálogo de agregadores” (rsrs)…

    Será que ninguém faz uma pesquisa na web antes de sair criando mais um serviço para ficar largado por aí, não?

    Acho que o mais interessante foi o que o @Alessioalionco, por não haver barreiras de entrada… talvez, dificultadores sejam o potencial de abordagem e capacidade de investinto (talvez).

    Não acredito que se tornará uma bolha, mas uma onda, com certeza. Assim como foram as lojas virtuais, depois de algum tempo os blogs, acho que estes sites são os próximos (já estava demorando).

  10. Acho que está havendo um excesso sim. Sobreviverão aqueles que tem uma boa estrutura, estratégias inovadoras de marketing e uma marca forte.

    Quem quiser uma marca forte para site de compra coletiva, estou vendendo o domínio offertas.com.br.

    Domínio curto e de fácil memorização, além de permitir “brincar” com a palavra off de desconto.

  11. Achei muito interessante o trabalho que o pessoal desse site vem desenvolvendo em Brasília, ao contrário dos sites que apenas vendem os espaços e incentivam o empresário colocar uma oferta muito alta, eles estão realizando um trabalho personalisado, orientando cada parceiro no desenhar de campanhas que realmente possa ser ganha-ganha para todos. Quem quiser conhecer o site é http://www.bolsadecupons.com.br e a proposta tem tudo a ver com o slogan deles: Aqui todo mundo ganha!

  12. Os agregadores são ruins para os sites. Eles acabam ficando com uma base maior de usuários e se quiserem lançar seu próprio serviço de compras coletivas entram forte. Informação é tudo!

  13. Boa noite galéra!!

    estava lendo alguns comentários a cima e teve um que me chamou a atenção.
    Que os sites não tem como fazer numeros ilusórios.
    Mas aconteceu comigo,estavamos trabalhando em 3 amigos e acessamos a mesma promoção na mesma hora atualizamos a pagima no minimo 5 vzs e os numeros nas 3 máquinas estavam diferentes e uma diferença absurda?

    COMO EXPLICAR ????????

  14. Hoje tá difícil de se escolher uma oferta entrando em um site de compra coletiva por vez. Quando agente vê acabou perdendo a promoção que queria. Esses agregadores ajudam demais. Tava usando o saveme, mas agora to usando o http://www.oprecocaiu.com.br Até agora to gostando

  15. Eu gostaria de saber qual é a diferenca entre agregadores de compras coletivas como o peixe urbano e agregadores de ofertas como o http://www.cupom.com. é que eu entendo que os dois sao coisas absolutamente diferentes e parece que no texto estao colocando tudo no mesmo saco.

  16. Estou montando um site de compras coletivas e vendas de eletronicos.
    Gostaria de saber o preço para anunciar neste site. Tem alguma opção mais acessivel para iniciantes ou de graça?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *