Conheça Melhor os Vencedores do Desafio Buscapé – Anuncie Lá

Desafio Buscapé 2011 chegou ao fim, mas a luta das empresas participantes, inclusive dos vencedores, está apenas começando. Para você conhecer um pouco mais de cada vencedor, resolvemos fazer uma série de entrevistas com todos os vencedores da competição.

Começamos com a Hotmart e agora chegou a vez do Anuncie Lá, serviço de classificados focado em utilizar as redes sociais para ajudar o comprador a “saber de quem está comprando e assim aumentar a confiança dos serviços de classificados”. Conversamos com Renato Mangini, que fundou a startup juntamente com Paulo Ferreira de Moura Junior.

RWW: Como foi que tudo começou? Conte-nos um pouco da história do surgimento da startup até a participação do Desafio Buscapé 2011.

Começamos em 2007 a desenvolver o WapaWapa, um aplicativo de geolocalização para Orkut (algo parecido com o Foursquare, que na época não existia). Porém, com a crise de 2008 as operadoras cortaram os investimentos em internet móvel, o que tornou o WapaWapa inviável no Brasil.

Diante desta nova perspectiva, deixamos o WapaWapa em banho maria e iniciamos o desenvolvimento do Anuncie Lá.

RWW: Vocês já participaram de outras competições de startups? O que motivou a participação no Desafio Buscapé?

Sim. Fomos vencedores regionais e semi-finalistas nacionais do Desafio Brasil 2010 da FGV e finalistas do Campus Party Empreendem 2011. Aproveitamos cada oportunidade para apresentar o Anuncie Lá e discutir os potenciais problemas. Tanto no Desafio Brasil quanto no Campus Party Empreendem, tivemos jurados com vários níveis de experiência, com visões muito amplas e diferentes das nossas. Isso serviu para amadurecermos a idéia, consolidarmos alguns pontos e mudarmos outros. Vejo muitos empreendedores com uma visão errada de que deve fazer segredo do seu projeto até estar pronto para lançar. A não ser que se trate de algo patenteável, segredo industrial ou coisa do tipo, esse é um dos maiores erros que um empreendedor pode fazer. Dê a cara a tapa o mais rápido possível, e aproveite essas competições para dar a cara a tapa para quem sabe exatamente aonde bater 🙂

No caso do Desafio Buscapé, a nossa intenção foi outra: no estágio em que estamos, procurávamos um investidor com sinergia de negócios. O grupo Buscapé tem vários produtos que são complementares ao Anuncie Lá, e o tamanho, influência e experiência do grupo certamente representará um baita ombro no qual subiremos para alcançar objetivos maiores.

RWW: Quais as características e recursos da startup que, na sua opinião, foram cruciais na decisão dos juízes?

Temos um produto bom, escalável e inovador, com uma primeira versão já pronta e rodando há 3 meses. Temos um roadmap com várias novidades que prometem chacoalhar o mercado de anúncios classificados nos próximos meses, e tudo isso com uma grande sinergia com empresas do grupo Buscapé. Além do nosso produto, certamente contou a paixão e o discurso coerente. Bons investidores investem mais nas pessoas do que nos produtos, pois produtos mudam com o tempo, mas para mudarem na direção certa é necessário empreendedores com paixão.

RWW: E agora? Quais são os planos para o investimento recebido?

Vamos viabilizar o nosso roadmap, que infelizmente não podemos comentar 🙂  Mas fiquem ligados, muita coisa vai acontecer nos próximos meses!

RWW: Qual dica você daria para as startups em estágio inicial que pretendem entrar em futuras competições de startups?

Essas são as dicas que sumarizam as coisas mais importantes que aprendemos nos últimos três anos:

  • Preocupe com o problema que o seu produto resolve. Decisões técnicas perfeitas não servem de nada se você não resolver algum problema real do seu usuário;
  • Coloque o seu produto o mais rápido possivel no ar, e vá adaptando e melhorando de acordo com o feedback;
  • Não supervalorize idéias: elas não valem nada sem uma execução bem feita. Execução significa não só implementação do produto, mas também marketing, suporte ao usuário, conversa com o investidor, parcerias comerciais, etc;
  • Como continuação do item anterior: não supervalorize o produto. Ele é muito importante, mas enquanto o usuário não sabe que ele existe e para quê ele serve, ele é inútil. Ao mesmo tempo em que desenvolve o produto, não deixe de pensar nos canais de comunicação com o seu cliente e de que forma você vai ganhar tração.

As oportunidades estão sobrando. Para todo lado que olhamos, vemos problemas que precisam ser resolvidos, ou situações que podem ser otimizadas. É o restaurante com cardápios da época da pedra lascada, o estacionamento do shopping com filas quilométricas para pagar, a impossibilidade de se achar uma oficina mecânica de confiança. Não precisa ser gênio para ter boas idéias que resolvam problemas reais. Ache uma, estude-a bem, proponha uma solução, ouça com humildade se a sua solução resolve mesmo o problema e só então procure uma forma de implementá-la. E continue ouvindo, filtrando e adaptando ad infinitum.

RWW: Obrigado e boa sorte!

0 responses to “Conheça Melhor os Vencedores do Desafio Buscapé – Anuncie Lá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *