Eduardo Saverin Reaparece, E o Filme A Rede Social Aparece por Aqui em 3 de Dezembro

O filme “The Social Network” ou “A Rede Social” ainda não foi lançado por aqui, porém, quem pesquisou sobre ele já tem alguma ideia de como a história é contada. Nós como curiosos acompanhantes do destino do brasileiro Eduardo Saverin acompanhamos a reaparição do co-fundador da maior rede social do mundo e uma das principais fontes do filme.

O procurado brasileiro não havia comentado sobre o filme até a semana passada, quando ele publicou um pequeno artigo de opinião no site da CNBC. Mas não se empolgue, ele não fez nenhuma declaração ou crítica bombástica. O artigo na maior parte é um incentivo às startups e ao empreendedorismo. Na realidade, se você não soubesse da história, em nenhuma parte do artigo você adivinharia que houve algum conflito entre ele e o controverso Zuckinha.

Ainda assim, Eduardo fala brevemente da precisão do filme:

O que eu aprendi quando assisti o “The Social Network” foi mais importante do que a precisão do roteiro e das cenas. Afinal, o filme foi feito para ser divertido e não para ser um documentário baseado em fatos.

O silencio do brasileiro foi quebrado, mas sem palavras conclusivas. Há uma boa chance de que Eduardo esteja sendo limitado no que ele pode dizer. Desde seu acordo com o Facebook, ele parou de falar com a imprensa, provavelmente como uma condição contratual do negócio. Parece que a única maneira para contornar essas restrições neste artigo foi não abordar nenhum detalhe da criação do Facebook. Além disso, ele agora é dono de 5% da empresa (avaliados em aproximadamente 1.3 bilhões de dólares), então ele tem um incentivo financeiro para não denegrir a imagem da empresa ou do seu atual CEO, Mark Zuckerberg.

Mas uma coisa é certa, os cineastas sempre dão um appeal extra para entreter e chamar a atenção, e desta vez não foi diferente, certamente rolou uma certa glamourização do mercado de startups.

Apesar das alegações o roteirista defendeu a precisão do filme, que oficialmente é baseado no livro “Bilionários por Acaso” de Ben Mezrich, que foi escrito com a colaboração do Eduardo Saverin (Sorteamos uma cópia deste livro no aniversário de 1 ano do nosso blog!). Além disso, Aaron disse que também fez uma pesquisa independente e descobriu que Tyler Winklevoss, que processou o Facebook por supostamente roubar sua propriedade intelectual, disse que o filme é “uma história muito verdadeira.” (Tyler, seu irmão gêmeo Cameron e sua sócia, Divya Narendra, fizeram um acordo com o Facebook, mas agora o trio agora acusa a empresa de tê-los enganado sobre o valor do acordo.)

A boa notícia é: Sabemos que vocês estão curiosos para assistir “A Rede Social” e agora já sabemos a data que o filme desembarca por aqui, no dia 3 de dezembro. A pergunta que fica é: Será que os geeks brazucas conseguem esperar até lá, ou vamos todos assistir o filme no primeiro torrent que aparecer?

0 responses to “Eduardo Saverin Reaparece, E o Filme A Rede Social Aparece por Aqui em 3 de Dezembro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *