Facebook Lança Recurso de Reconhecimento Facial Globalmente, mas Escorrega na Privacidade

O Facebook mudou novamente as opções de segurança de milhões de usuários. O programa de reconhecimento facial nas tags de fotos que o Facebook anunciou para o EUA em Julho de 2010 chegou para o resto do mundo, segundo a empresa de segurança Sophos, e já causou alterações na privacidade do usuário.

O Facebook não marca automaticamente as pessoas nas fotos, mas solicita que os usuários marquem seus amigos que o sistema de reconhecimento facial reconhece. O serviço é opt-out nas configurações de segurança do Facebook. Esse aspecto do recurso de reconhecimento facial e a abordagem do Facebook em relação à privacidade deixam a comunidade e os defensores da privacidade e segurança como a Sophos com a pulga atrás da orelha.

“Infelizmente, mais uma vez, o Facebook parece compartilhar informações pessoais por padrão,” Graham Cluley escreveu no blog da Sophos, o Naked Security. “Muitas pessoas se sentem desconfortáveis quando sites como o Facebook aprendem o que eles são, e utilizam essas informações sem permissão.”

Graham escreveu um post falando diretamente para o Facebook em Abril deste ano, pedindo que a empresa mude para uma doutrina de privacidade padrão, ao invés de sua política de privacidade por opção (opt-out), que o Facebook segue em grande parte das informações.

Graham também acha que a maioria das pessoas não está mentalmente preparada para lidar com as longas e confusas configurações de privacidade do Facebook.

“A maioria dos usuários do Facebook ainda não sabe configurar suas opções de privacidade em segurança, já que acham o sistema muito confuso,” diz Graham. “É ainda mais difícil manter o controle quando o Facebook altera as configurações sem o seu consentimento.”

Quando o Facebook anunciou no ano passado o reconhecimento facial, 100 milhões de imagens eram carregadas no site por dia, sendo que grande parte dessas imagens era de pessoas (que provavelmente são usuários do Facebook). Empresas como a Viewdle e a ActiveSymbols estão levando aplicativos de reconhecimento facial para smartphones. A Divvyshot e seu fundador Sam Odio também ajudam o Facebook no programa de reconhecimento facial.

Já na Google, o representante e ex-CEO Eric Schmidt disse que a Google nunca entraria no jogo do reconhecimento facial. Mas isso não impediu que os desenvolvedores construíssem o reconhecimento facial para o Android, como o aplicativo Recognizr.

Se você se preocupou com o reconhecimento facial do Facebook, você pode ir até as suas opções de privacidade e mudá-las. Clique em “Configurações de privacidade,” depois em “Personalizar configurações,” vá em “Itens que outros compartilham,” depois clique em “Sugerir fotos minhas a amigos,” e finalmente “Editar Configurações” e desativar.

0 responses to “Facebook Lança Recurso de Reconhecimento Facial Globalmente, mas Escorrega na Privacidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *