Firefox 4 Beta 2 Chegou, Mas não Empolgou

O mais recente lançamento da versão beta do Firefox 4 chegou, e entre os novos recursos introduzidos está a adição de App Tabs. Essas abas permitem que você separe os programas mais utilizados no canto superior esquerdo da sua barra de abas. Em um vídeo de apresentação, a Mozilla sugere guias para email, calendário, mensagens instantâneas e streaming de músicas – ou seja, aplicações web.

Mas infelizmente, esta nova funcionalidade não é cópia do futuro suporte à web app juntamente com o Chrome Web Store do navegador concorrente Google Chrome. Invés disso é uma simples cópia da opção “pin tab” do Chrome.

Apps Tabs são Apenas Abas Fixadas – Nada de Web Apps Aqui

No Firefox, a capacidade de fixar abas, isto é, transformá-las em abas menores representadas apenas por um favicon – tem sido disponível através da adição de add-ons. Agora é um recurso nativo no Firefox 4 Beta 2. Sim, isso é progresso, é também um lembrete decepcionante do quanto o Firefox está ficando para trás do Google Chrome, que sempre teve o recurso, mas o encolheu para um favicon em Outubro de 2009.

Há muito tempo o Chrome já está à frente deste recurso de pin tabs e agora se preocupa com a Chrome Web Store embutida, que contará com aplicativos como os da própria Google (Gmail, Calendário, Docs) e também com alguns escolhidos de toda a web, como o Twitter, Facebook, Dropbox, e outros. A loja é aberta a todos os desenvolvedores e terá aplicações gratuitas e pagas.

Onde está a Firefox Web App Store?

Alguns dizem que a loja do Chrome é apenas mais um “retrabalho dos seus recursos de fast dial e pin tabs.” Outros não sabem dizer a diferença “entre o ‘browser app’ e o Gmail que temos usado desde os primórdios.”

Brincadeira, mas temos que concordar. Os web apps do Google Chrome são muito mais uma combinação inovadora dos pin tabs e dos favoritos speed-dial. A genialidade está por trás da própria loja e do modelo de negócios por trás dela.

Como o Chrome OS é posicionado como uma alternativa ao iPad em netbooks e tablets, a Google está apostando na web para sua app store. Está atraindo os desenvolvedores para fazerem web apps invés de aplicativos para o iTunes, já que o Chrome habilitou o HTML5 em seus web apps para funcionarem em qualquer lugar em que os padrões web são suportados… incluindo no iPad. Embora os detalhes precisos dos planos da Google em relação à sua parcela de renda ainda são escassos (a última notícia é que ele será “semelhante às lojas de aplicativos existentes”), não nos surpreenderia se essa parcela fosse consideravelmente menor do que a que a Apple recebe.

Enquanto isso, o pessoal da Mozilla ainda está pensando em como seria uma loja de aplicativos web aberta – o ponto principal é que a loja do Chrome não é tão aberta quanto poderia ser. Mas enquanto a Mozilla arrasta os pés, a Web Store do Chrome está quase sendo lançada. E é aberta o suficiente para a maioria dos desenvolvedores, levando em consideração a quantidade de apps que ela já aprovou.

0 responses to “Firefox 4 Beta 2 Chegou, Mas não Empolgou

  1. Empolgou sim, ameiii o fato dele estar praticamente um clone do Opera…
    pra calar a boca dos fan do firefox anti-operas de plantão…..muito em breve
    terao que usar um navegador que é basicamente igual ao que eles tanto criticam HAHA!
    adoooooooooroooO (666'

    bjossss
    [/fãdeoperaaqui]

  2. Os novos recursos apresentados pelo Firefox mostram que as pessoas envolvidas com o Chrome até agora estão fazendo um trabalho maravilhoso. É impressionante como todas as “novidades” parecem simples cópias.

  3. Concordo com o Yuri, nos últimos tempos muita gente tem migrado para o chrome, vejo isso pelos meus amigos e até o pessoal do escritório que a grande maioria são de desenvolvedores, hoje para o desenvolvedor o que falta para não precisarem mais do Firefox, são ferramentas como Firebug ou equivalentes com uma qualidade parecida.

    Firefox deixou a simplicidade e tornou-se um browser muito pesado, chegando a consumir 1gb de memória no meu notebook.

    Abraço,

    Diogo Aguilar.
    @DiogoAguilar

  4. Realmente, o Firefox anda trilhando um caminho nada inovador. Só não uso o chrome totalmente (no win, pois no Linux é only opera) porque gosto da funcionalidade de abrir arquivos ao invés de salvá-los, entre outras coisas menores. Nada crítico, felizmente.

    Ainda estou esperando as maiores novidades do Firefox 4 – a barra de progresso integrada à tab (não este círculo, claro), a volta da barra de títulos junto com os tabs no topo, a aba home e o novo botão de downloads. Bem, vamos esperar e ver no que dá…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *