Firefox Entrando no Esquecimento: O IE9 Está Mirando no Chrome

Essa semana que passou vimos o anúncio do Internet Explorer 9, e ficou bastante claro que a Microsoft encara o Google Chrome como o seu principal concorrente no mercado dos navegadores.

Não foi explicito, mas o que deixou essa impressão foi o que a Microsoft deixou de falar durante este evento e os eventos passados do IE9. Muitas vezes ouvimos a palavra “Chrome,” e nada de sair “Mozilla” ou “Firefox.”

Mas quando analisamos as estatísticas globais dos navegadores, vemos o Internet Explorer decair lentamente, dos 55% de participação de Janeiro do ano passado para 46% de hoje. São 9 pontos percentuais perdidos. Por outro lado, o Chrome está com tudo, subindo de 6% do mesmo período do ano passado para seus 16% de hoje. Mas e o Firefox? Continua na segunda posição com sua participação constante de 30%. Confira:

O mercado da internet está sempre em movimento. Ficar parado é, em alguns casos, um sinônimo de morte. A ameaça aqui não é do constante Firefox, e sim do navegador em alta, o Google Chrome.

O Que a Microsoft Disse, e Deixou de Dizer

Mas, voltaremos para a apresentação da Microsoft. A empresa convidou vários jornalistas para revelar o primeiro candidato lançado para o Internet Explorer 9 e mostrou alguns recursos já comuns: a renderização acelerada por hardware de imagens e vídeos do HTML5 e a interface do usuário.

Boa parte das discussões sobre o IE9 está sendo em relação ao caminho da simplicidade escolhido pela MS. Ele possui menos botões de menu, ícones, barras de ferramentas e barras de status. O IE9 se tornou minimalista, e quando a Microsoft apresentou sua interface do usuário, colocou o navegador ao lado do Chrome. Isso sim é o que chamamos de concorrência direta.

Na hora da demonstração de velocidade gráfica com o HTML5, a Microsoft também colocou seu navegador lado a lado com o Chrome.

O Firefox só foi mencionado quando a apresentação chegou ao tema de listas e privacidade “do not track,” já que a Mozilla trabalha em sua própria abordagem nesta área. Mas, em termos de usabilidade, design e desempenho, as comparações foram feitas apenas com o Chrome.

0 responses to “Firefox Entrando no Esquecimento: O IE9 Está Mirando no Chrome

  1. É inútil iniciar um debate em que se discuta qual navegador é ou não mais eficiente. Atualmente utilizo o Google Chrome e ele supre perfeitamente as minhas necessidades em navegação na Web, cada um usa aquele que melhor se adeque ao seu perfil de navegação.
    Sobre o IE 9, recentemente instalei a versão RC do Internet Explorer 9 e devo acrescentar que, a nova versão do navegador da Microsoft está extremamente veloz em comparação com um Mozilla Firefox repleto de extensões desnecessárias instaladas. E a interface minimalista, principalmente em integração com o Aero, tornou o visual e a interface da navegação mais agradáveis.

  2. Atualmente só uso o Firefox quando vou usar o firebug, de resto o Chrome está muito a frente do Firefox (até a quantidade de apps cresceu absurdamente), Firefox depois da versão 3 se tornou um dinossauro, pesado demais.

  3. O Firefox pode estar entrando no esquecimento da Microsoft, isso sim. Agora no esquecimento do público em geral, claro que não. O chrome e o IE são muito mais leves que o Firefox, isso é verdade. Mas o Firefox tem muito mais recursos, e esse é inclusive o motivo de ele ser pesado. Nem IE nem chrome se igualam ao Firefox em termos de recursos, segurança e configuração. Sem falar na quantidade e qualidade dos addons: é colossal.

    Achei esse artigo muito tendencioso.

  4. Diego: Existe uma versão do Firebug desenvolvida para o Google Chrome, inclusive eu utilizo. 🙂 A propósito, addons são excelentes complementos e são muito bem vindos, mas não medem a qualidade e a eficiência por completo de um navegador.

  5. Olá, boa tarde e prazer todos!.

    Pra mim que conheço e gosto dos 3 (três) só resta dizer que o Google Chrome é realmente o Browser do século 21. O q está faltando à ele é somente o reconhecimento nos orgãos oficiais que pro enquanto só reconhecem IE e Firefox. Quebrando-se esta barreira, acho que Chrome subirá muito mais. Parabéns Google e seus Parceiros.

    Forte abraço todos.

  6. NA VERDADE O MELHOR NAVEGADOR É AQUELE QUE TEM AS MULTIFUNCIONALIDADES DO FIREFOX,
    A LEVEZA E FACILIDADE DO CHROME E A ALTÍSSIMA COMPATIBILIDADE DO IE!!!!SERÁ QUE EU PRECISO DIZER QUAL É???? VLW!

  7. Infelizmente, o Firefox está perdendo mercado por causa dos diversos BUGs que têm aparecido nas suas últimas atualizações. Como desenvolvedor, sempre fui acostumado com o Firefox e seus plugins funcionais, porém não aguento mais ter que reiniciar o Firefox mais de 10 vezes ao dia. O Navegador mais estável que conheço atualmente é o Opera, apesar de lento demais em alguns momentos, quase nunca trava. O Chrome ganha na velocidade, mas o fato é bem irritante de não salvar as páginas para serem restauradas quando ele trava e fecha sozinho!

  8. eu acho que a muita discuçao sobre eficiencia de navegadores o que posso dizer e que o navegador tem que ser veloz estavel e sem muitos dispositivos pluguins e outros mecanismos que atrapalham na formulaçao e funcionamento do navegador ,tem que se ater no essencial ,simplicidade ea chave do exito nisso o crohme da google e imbativel e um navegador simples veloz e muito eficiente nao ha nada melhor por enquanto

  9. O Google Chrome, atualmente é o melhor, e nem por isso eu parro de ussar o Mozila Firefox e o Internet Explorer, tão poucos os chigos… Debater um assunto como esse é complicado…

  10. Pessoal, INTERPRETAÇÃO de texto. O que o texto SUGERE é que a Microsoft passou a focar no Chrome, ao invés de focar no Firefox, que nos números, seria o rival do IE.

    Mas, claramente, o firefox chegou ao seu limite de ascenção, em quanto o Chrome cresce de maneira muito rápida, e já possui market share suficiente pra ameaçar o IE.

  11. Bem, o Opera, Safari e Mozilla estão em linha reta no gráfico, não crescem nem diminuem. O I. Explorer está despencando e o Chrome subindo, subindo e subindo.

    Na realidade o máximo que vai acontecer é uma leve redução na queda do I.E, mas mesmo assim continuará despencando. E o Chrome continuará subindo, principalmente por causa do Android nos smartphones e tablets.

    Não devemos ignorar os novatos, principalmente o RockMelt que também utiliza a base crhomium igual ao navegador do Google e que atua ligado diretamente a redes sociais (Facebook) e vídeos (Youtube).

    No momento eu prefiro o Crhome, mas estou de olho nos demais.

  12. Concordo com o Marcos Gomes, RockMelt é um navegador muito prático, excelente eu diria, grava meus favoritos e posso acessar em qualquer lugar, trabalha muito bem com Facebook e Twitter, leve, rápido, layout agradável assim como o Chrome, e o melhor, muitas das extensões para o Chrome funcionam perfeitamente (às vezes até melhor que no próprio Chrome).

    Uso o RockMelt a 5 meses como meu navegador padrão, nenhum problema até o momento, só alegria.

  13. Eu tenho todos os navegadores instalados, menos o Safari.

    Cada um deles tem suas vantagens e desvantagens e os utilizo conforme minhas necessidades.

    Certos sites são compatíveis apenas com o Internet Explorer por isso preciso utilizá-lo.

    Quando visito sites simples, utilizo o Chrome ou o Opera.

    Quando preciso de recursos, tradução, baixar vídeos do Youtube, eu utilizo o Firefox.

    Navegador bom é aquele que atende as suas necessidades e não as necessidades dos outros.

    Posso ter todos, então porque vou ficar me preocupando com apenas um?

    Acho que agora é ponto… final.

    Paz e Bem!

  14. Impossível o Firefox ser esquecido. Com certeza não vai acontecer a mesma coisa que aconteceu com o Netscape.

    O Chrome está ganhando mercado rápido, creio que daqui um tempo vai passar o Firefox em participação, pois vejo muitos usuários comuns usarem o Chrome, e é muito raro ver isso com o Firefox. Mas o Firefox nunca vai perder seus fiéis usuários (leia desenvolvedores web). Por mais que estes usem outros navegadores, o Firefox sempre terá seu espaço.

  15. Mas que dor de cotovelo heim! “Ficar parado é sinal de morte”… mas cair mais de 20 pontos não??? E quando o Safari fez uma apresentação, há uns 2 anos, foi a mesma coisa, nem sequer tocaram no assunto Firefox ou Mozilla… projetaram em 5 anos um mercado dividido entre IE e Safari… e olhe agora!!
    Amigos, terminem o curso de jornalismo primeiro, escrever notícias é responsabilidade!!
    Ou melhor, nem precisa ser jornalista, basta ser parcial.
    Abraços!

  16. O Firefox é ótimo navegador, mas pela história, parece que tá seguindo os rumos do recente jogo de PS3 Gran Turismo 5. Vão lança, adiam, adiam e pera mais um pouco e aguenta mais, ja vai sair. E olha que o IE9 saiu bem atrás. O Google Chrome esta realmente bom, e acho que a IE9 aprendeu a lição, está bem rápido (oha que o IE nunca foi o tal navegador como falam os supostos grandes comentaristas).Falta de imparcialidade do autor? Há, falta imparcialidade dos comentaristas, que ficam defendendo seus navegadores prediletos.

  17. Prezados,

    A não ser o RockMelt que só ouvi falar uso todos os navegadores dependendo do que preciso. Realmente perdi o tesão no firefox pela demora no lançamento do 4 que no beta parecia que tinha um conceito legal. A Microsoft falou muito do Chrome pois a google como um todo tá sendo uma pedra no sapato da Microsoft. A única critica que tenho ao IE9 é se ele continuar amarrado com o sistema operacional como as outras versões, não instalei o RC para verificar, pois acho que isso pode gerar brechas na segurança (exemplo no IE8 você consegue fazer coisas como mudar o proxy de acesso da máquina e não só do navegador como é no firefox, por exemplo).

  18. @Critico,

    Não haveria defesa dos “navegadores prediletos” se não houvesse a parcialidade em primeiro lugar. Portanto, pela ordem, o que não se justifica é a parcialidade, e não a defesa dos comentadores 😉
    Ficaria muito mais fácil e transparente a todos, se houvesse imparcialidade, já em primeiro lugar.

  19. Sim Denis, mas isso não é bom, pela tese do seu comentário da pra vê que você até não é tão parcial quantos os demais usuários, respeitando mais a imparciabilidade. O problema é que muitos usuários chegam nessas páginas, regidas pelo anonimato e largam frases do tipo: navegador X fede, e Y é bom ou já foi bom, sem nem explicar os critérios que utilizou para argumentar. Acho que por a gente já escolher o nosso navegador preferido, concerteza, nos já nos tornamos em parte parcial. Como diz o ditado: a voz do povo e a voz de Deus. Se o povo faz não adianta.

  20. Sejamos imparciais e falemos bem do firefox.
    Isso realmente foi uma lição de jornalismo.
    e @Critico, você está sendo completamente anônimo.

    Volto a repetir, vocês não entenderam o sentido do Post. O Firefox está fora da mira da Microsoft (claro, o autor presumiu isso meio que por conta própria), e não no esquecimendo do mercado.

  21. @Critico
    Concordo com você sobre a qualidade dos comentários de certos usuários… talvez fizesse sentido permitir comments somente para usuários registrados.

    @Alan Leal,
    Particularmente não me interessa defender esse ou aquele navegador, ainda que eu tenha um preferido. O que incomoda é ver uma leitura de dados tendenciosa, ou injustamente (ou ignorantemente?) excludente. Como o tipo de matéria que você bate o olho e já percebe que algo ali está estranho.

    []s,

  22. Soube que a novíssima versão do Chrome lançada ontem (17.fev) é ultra veloz, praticamente a versão 10 dobrou a rapidez comparando com a versão 9. Desse jeito fica mais difícil ainda para os outros.

  23. @João Silva
    Se é que ficará difícil, e confirmada essa notícia, fica o desafio para os outros. Ficará difícil para aqueles que demorarem a reagir. E no contexto do artigo, quem mais se atrasou nos últimos anos foi o próprio IE, que a cada mês, esse sim, está um pouco mais caindo no esquecimento (estatísticamente falando).
    []s,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *