Google Anuncia os Novos Sistemas Operacionais Honeycomb 3.1 e Ice Cream Sandwich 4.0

Ontem na conferência para desenvolvedores da Google, o Google I/O muitas novidades foram anunciadas. Além do serviço de músicas, vimos que teremos duas versões do sistema operacional Android, o Android Honeycomb para tablets e o Android Ice Cream Sandwich para smartphones.

Honeycomb e os Tablets

O sistema operacional Android Honeycomb para tablets foi atualizado para a versão 3.1 e os primeiros a receberem a atualização serão os proprietários do Motorola Xoom e com o tempo irá também para a Google TV. A atualização traz novos widgets expansíveis e suporte para periféricos USB, incluindo câmeras, joysticks, e mais. O Honeycomb estava previsto para ser um fork do SO destinado especificamente para tablets, mas alguns desenvolvedores aplicaram erroneamente o SO em smartphones, causando o fechamento temporário do fork para o desenvolvimento não autorizado.

Resumindo, uma confusão foi formada com o Android 3.0, mas as versões do SO para smartphones continuaram em desenvolvimento. O Android 2.3 Gingerbread foi anunciado em Outubro de 2010 e logo já era implementado em smartphones. Mas a própria Google anunciou que os forks para tablets e smartphones seriam unificados, permitindo que todo o sistema operacional da Google esteja aberto para desenvolvimento mais uma vez. Isso não vai acontecer agora, mas já foi um grande passo, colocando a Google TV mais próxima da experiência Android.

Ice Cream Sandwich e os Smartphones

Este novo SO foi feito para rodar em todos os tipos de dispositivos Android, evitando os problemas de fragmentação e criando mais oportunidades para os desenvolvedores fundindo o sistema operacional Android em apenas um. A versão será a 4.0 e deve ser lançada até o final de 2011.

Durante o evento os executivos da Google disseram que este sistema operacional seria universal para smartphones, tablets e outros dispositivos. O que significa que, eventualmente, o Ice Cream Sandwich tomará o lugar dos forks 2.0 e 3.0 do Android. Isso acabaria com a fragmentação que incomoda muitos desenvolvedores. Esperamos que isso aconteça e que o Android consiga criar um ecossistema amigável para os desenvolvedores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *