Google Anuncia Produto com Notícias Locais no EUA, mas e o Brasil?

Ultimamente as notícias locais e de aplicativos móveis sempre estão em evidência na web. A AOL também entrou na brincadeira com o seu serviço Patch e praticamente todos os meses algum novo serviço hiper-local é anunciado, fazendo com que as mães Diná da tecnologia que julgam a probabilidade de sucesso ou fracasso dos novos serviços.

Mas a Google está chegando com tudo para atropelar todo mundo.

A Google anunciou recentemente que seu produto “News Near You,” que funciona com o Google News, estará disponível para os navegadores do Android e iPhone, por enquanto apenas no EUA. A beleza disso tudo para a Google é que este esforço não vai custar praticamente nada para a empresa, enquanto o Patch e outras iniciativas locais como o TBD.com (apenas para Washington) gastam quantias consideráveis para entrar no mercado hiper-local. Mas será que a Google vai realmente despachar todo mundo?

Se você acessar o Google News do seu celular, dependendo de onde estiver, você vai precisar confirmar sua localização e então poderá escolher entre as categorias (negócios, tecnologia, etc.) das notícias que lhe interessam.

As empresas de notícias sempre estão com um pé atrás com a Google, principalmente com o Google News, com o medo de que a gigante da busca tenha acelerado com a morte dos modelos de renda. Neste sentido, as mídias grandes e pequenas não devem estar ansiosas para ver a Google se consolidar nas suas áreas de atuação. Há uma série de fatos e números divulgados sobre o mercado de anúncios locais, mas US$ 100 bilhões é o número que os analistas acreditam estar em jogo. Se esta quantia lhe parece absurdamente alta, lembre-se que ela envolve todos os anúncios locais de qualquer lugar do EUA. Quase todas as decisões de compras são feitas localmente e os anunciantes atingem uma audiência bastante granular, que realmente podem levar clientes para as lojas e franquias locais.

Até então, nenhuma grande empresa foi capaz de obter uma posição significativa neste mercado. O Washington Post tentou mas falhou com sua iniciativa em um condado de Virgínia, o New York Times também tentou com o seu “The Local” e algumas startups menores tentam vingar no solo americano.

Tudo se resume a uma questão de hábito de consumo e de preferências. Os sites de notícias que tendem a ter sucesso nos mercados locais são aqueles que estão enraizados na comunidade, pendendo cada vez mais para o perfil de um fórum de acontecimentos locais do que realmente uma fonte de notícias.

A Google tem um ótimo approach para o hiper-local – o Google News é um produto muito utilizado, o apetite móvel por notícias locais está crescendo e a Google não precisa mexer muito no seu algoritmo para que a população seja servida. Esta notícia pode parecer uma pequena atualização para um produto existente, mas as conseqüências desta iniciativa podem ser mais impactantes que muitos imaginam.

Por enquanto este recurso será apenas para o EUA, e não existe previsão de quando isso virá para o Brasil. Imagino que com o aumento da adoção de smartphones pelos brasileiros, esses tipos de serviços poderão chegar por aqui mais rapidamente.

 

One response to “Google Anuncia Produto com Notícias Locais no EUA, mas e o Brasil?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *