A Google continua expandindo a capacidade de armazenamento e de manipulação de arquivos do Google Docs, caminhando para oferecer um sistema operacional baseado apenas na web com o Chrome OS. No mês passado a empresa reformulou o serviço, criando novas maneiras de organização e de interação com os arquivos, e logo depois aumentou consideravelmente a capacidade de armazenamento do Docs para 16 terabytes, cobrando US$ 4.096 por ano.

Recentemente, a empresa anunciou que o Google Docs agora pode lidar com 12 novos formatos de arquivos, facilitando a vida dos usuários em relação aos aplicativos desktop.

Ao anunciar a notícia, Anil Sabharwal, gerente de produto da Google, explicou que o Docs é mais seguro e mais rápido para a visualização de arquivos na web:

O Google Docs Viewer é usado por milhões de pessoas todos os dias para visualização online de arquivos PDF, documentos do Word e apresentações do PowerPoint. A visualização de arquivos no navegador não é só mais segura do que a ação de download e visualização local, mas também economiza tempo e não lota seu HD com arquivos indesejados.

Estamos animados em lançar o suporte para 12 novos tipos de arquivos:

  • Microsoft Excel (.XLS e .XLSX)
  • Microsoft PowerPoint 2007 / 2010 (.PPTX)
  • Apple Pages (.PAGES)
  • Adobe Illustrator (.AI)
  • Adobe Photoshop (.PSD)
  • Autodesk AutoCad (.DXF)
  • Scalable Vector Graphics (.SVG)
  • PostScript (.EPS, .PS)
  • TrueType (.TTF)
  • XML Paper Specification (.XPS)

Segundo Anil, esses 12 tipos de arquivos “representam o suporte para os principais tipos de arquivo do Microsoft Office,” além de outros tipos de arquivos também populares.

Agora, o Google Docs funciona com todos os tipos de arquivos e para todos? Ainda não. Mas a Google continua adicionando capacidades de armazenamento de arquivos, ferramentas de organização e agora, mais tipos de arquivos. Já faz dois meses que eu reinstalei o sistema operacional no meu computador e desde então não instalei aplicativos desktop semelhantes ao Office. Há alguns anos isso seria impossível. O Google Docs substitui quase que totalmente os programas de desktop Microsoft Word e o Open Office. Os arquivos anexados em emails eu vejo no próprio navegador e, para edição, utilizo um editor de texto simples e armazeno no Google Docs, ou utilizo apenas o Google Docs.

Isso é importante? Como em qualquer sistema operacional baseado na web como o Chrome OS, ficamos presos em alguns paradigmas, e um deles é que precisamos de uma localização central para armazenar e editar documentos. Se o Chrome OS não consegue funcionar com o resto do mundo, ele nunca dará certo. No entanto, se pudermos continuar funcionando e interagindo com os outros, então a mudança poderá ser possível. Adicionar todos os formatos tradicionais de arquivos da Microsoft é um grande passo nessa direção.