No ano passado, a Google começou a permitir que os usuários façam o upload de qualquer formato de arquivo de até 250MB no Google Docs, transformando-o de um serviço de um editor de textos online para um serviço de armazenamento em nuvem. Recentemente a empresa revelou uma série de mudanças da interface de usuário do Google Docs que reforçam a ideia de que o serviço esteja se tornando um mítico “Gdrive,” um serviço de armazenamento em nuvem.

Grande parte do novo design do Google Docs é a possibilidade de navegação através dos documentos por tipo de arquivo, por visibilidade (visível apenas para você, para seus amigos, colegas de trabalho ou para todos) e pela propriedade (se você é dono). O gerente de produto da Google, Vijay Bangaru, explica que o uso do Google Docs para armazenar arquivos foi se tornando cada vez mais popular ao longo do ano passado e o novo design deve ajudar os usuários a tirar mais proveito desta funcionalidade.

Durante o ano passado, muitos de vocês aproveitaram a capacidade de carregar qualquer formato de arquivo no Google Docs. Com uma variedade e quantidade maior de arquivos, a dificuldade de encontrar e gerenciar os arquivos aumenta. Como resultado, estamos felizes em anunciar que, ao longo dos próximos dias, estaremos lançando atualizações para a lista de documentos, visando torná-la mais útil para encontrar, explorar e compartilhar todos os seus arquivos armazenados 100% na web.

Para isso, o novo Google Docs agora possui uma exibição de todos os seus documentos de imagens e vídeos, incluindo um modo de visualização inline e um player de vídeo, que a empresa acaba de anunciar.

Além da triagem avançada, o redesign inclui um pouco de “Gmailification,” com o abandono das pastas e a adoção das “coleções,” que se assemelham às marcações do Gmail, e uma classificação de “prioridades,” muito parecida com a Priority Inbox do Gmail.

“As coleções são projetadas para juntar os melhores recursos das marcações e das pastas,” disse Vijay. “Um arquivo pode ser arquivado em várias coleções, assim como as marcações do Gmail. As coleções também podem ser armazenadas de forma hierárquica, como as pastas do seu desktop. E claro, as coleções podem ser compartilhadas, assim como você pode compartilhar documentos.”

Para conferir todos os novos recursos, faça um tour aqui.