Google Flagra Bing Copiando Resultados

A disputa entre o Google e o Bing pelo mercado de buscadores ganhou ontem contornos policialescos, com a acusação (bem fundamentada) do Google contra o Bing. Traduzindo livremente, é algo como “estão copiando nossos resultados, e o pior, oferecendo uma cópia fajuta”.

A bem da verdade, esse tipo de coisa acontece com uma certa regularidade. Em 2004, um engine de busca brasileiro fez alguns anúncios bombásticos sobre a sua qualidade de busca – mas um teste simples mostrava resultados idênticos aos do Google. Na época isso era feito por meio de um “screen scraping” simples, acessando os resultados direto via Web – o que obviamente não funciona em larga escala (fora o fato de que o Google iria notar). Então, como o Bing fez isso?

A chave para entender o processo está nas ferramentas de “valor agregado” do Bing, que são a funcionalidade de “Sites Sugeridos” do IE8, combinada com a “barra do Bing”, que envia dados para o Programa de Melhoria da Experiência do Usuário da Microsoft. Ambas as ferramentas são “opcionais” mas são ativdas por default, o que significa que muitos usuários as instalam sem pensar duas vezes.

Através destas ferramentas, a Microsoft recebe dados de seus usuários, que incluem os links clicados nas páginas do Google. Através destes dados a Microsoft “otimiza” os resultados do Bing, de forma que eles reproduzam não o primeiro link  ou a primeira página do Google, mas apenas os links clicados pelos usuários. Reconheçamos que isso dá a impressão de um sistema muito mais “inteligente”, mas na verdade nada mais é que uma clonagem bem grosseira dos dados do Google – e o pior, debaixo do nariz de usuários insuspeitos.

O esquema de utilização dos dados dos usuários é admitido pelo vice-presidente do Bing, Harry Shum, em um post que explica a posição da Microsoft. Segundo Shum, a demonstração do Google “não demonstra claramente como o Bing utiliza os dados enviados como uma das muitas variáveis que ajudam a melhorar a experiência do usuário”. Na visão de Shum, “todos aprendem com seus usuários coletivos, e todos nós devemos (fazer isso)”.

O fato é que agora, ninguém sabe qual rumo essa história vai seguir. É possível que o Google pare por aqui, deixando por conta dos usuários mundo afora a tarefa de fazer o que eles fazem de melhor – falar mal da Microsoft. Mas também pode levar a outros tipos de questionamento, especialmente sobre o uso dos dados de opt-in. A Microsoft deveria ter sido mais clara com relação ao uso que faz destes dados? Ou ainda, a instalação por “default” dos programas não deveria ser revista? Afinal, o Google Toolbar pode estar fazendo coisa parecida – mas exige instalação explícita do usuário e não vem “embutido” no sistema operacional. É preciso desenhar melhor estas linhas, traçar limites, e dar mais transparência ao processo.

Para Bing, fica só uma lição: se for copiar o dever de casa de alguém, e você não tiver a menor idéia do que está copiando, pelo menos corrija a grafia antes.

13 responses to “Google Flagra Bing Copiando Resultados

  1. Que VERGONHA para o Bing. Não é assim que se cresce,roubando!Que absurdo!Falta de criatividade!Eu nunca gostei desse Bing, e depois dessa JAMAIS VOU UTILIZA-LO!GOOGLE PARA SEMPRE O MELHOR!!!

  2. Eu acompanhei a discussão no HackerNews e vi algo interessante de um cara que trabalha na busca do Facebook:

    “Even if you have all of Google’s algorithms, it is technologically impossible to build a better query rewriter, because you don’t have their data. You can’t buy this data short of buying Google, and if you believe Peter Norvig, it’s an irreplaceable component of Google’s quality advantage. Microsoft, and any other would-be competitor, would essentially be committing suicide not to try to make up this data gap.”

    Ou seja, parece que outros buscadores tem que “roubar” do Google pra se sobressair, pois o mesmo já tem um histórico gigantesco de buscas e de comportamento do usuário.

    Agora, nada impede que o mantra “don’t be evil” do Google caia e ele impeça que os dados obtidos não possam ser utilizados daqui pra frente.

  3. um absurdo temos que acabar com o “nada se faz,tudo se copia´´.para uma empresa de informação empresarial,onde está o profissionalismo,(não existe!!)

  4. Eu nunca usei o Bing e nunca tive interesse em utilizá-lo porque o google já me basta.
    Aliás, felizmente cada vez menos estou “precisando” de produtos Microsoft.

  5. Mas também não da pra aceitar esse monopólio, por mais que eu simpatize com o GOOGLE creio que nenhum monopólio é razoável. A vantagem da GOOGLE no mercado de buscas é insuperável, por isso creio que de alguma forma, a copia de resultados deveria ser regulamentada para promover a concorrencia. Assim como deveria ser obrigatório a opção de sistema operacional para computadores. Como deveria ser permitido qualquer forma de jailbreak

  6. Típico de algo do Bill Gates. Ele roubou tudo para construir seu império: desde a idéia de windows aos ícones. Mas, tudo bem, afinal, ele é o Bill.

  7. Quer dizer então que eles sabem de tudo o que eu pesquiso… Se eles podem captar essa informação, isso significa que a Microsoft pode captar qlqr do meu micro.

  8. Que coisa feia! HAHAHAHA’

    Eu sempre percebia essa similaridade entre os resultados do Bing e GOOGLE.
    Até cheguei a declarar: “O resultado é exatamente o mesmo”.

    Mas, nunca achei “divertido” utiliza-lo, assim como acho do Google.

    Sempre achei a pagina da Google um tanto “limpa” e intuitiva.
    Diferente do Bing que é tão lento (lerdo) quanto o IE (internet explorer).

    Nessa guerra, fico do lado da Google e do Chrome.

  9. Cara eu acho que é muito chororô demais por causa disso. O Google também monitora a navegação de todo, como vc comentou, então, qual a diferença? Não será que eles fazem a mesma coisa no bing? Em muitas pesquisas, eu acabo achando os resultados do bing melhores do que no Google, justamente porque eles tem um algoritimo diferente..

  10. A apesar de eu trabalhar com copias de dados de websites achei meio tosco isso do bing apesar de claro que admitir que foi uma bela tecnica nee… mais nada fica em pune ainda mais do gigante google nunca usei bing uHAUha sou dono de sites e sempre uso google para ver como esta nos seus resultados =]

    quem e webmaster sabe que bing nao serve e sim google que indexa nossas paginas bem mais rapido… alias bing nem indexa paginas de sites novos tosqueira UAHua.

    tbem axo que google nem precissa preocupar pq nem hj nem amanha e nem daki 500 anos o bing chega aos pes do google neee…!

  11. @Marcos Pinho Hã? Regulamentar cópia? Só pq o google fez o melhor mecanismo de busca e outras empresas não conseguem acompanhar o google vai ser obrigado a vender seus dados para ter concorrencia? Cara, isso não faz o menor sentido.

    Se for assim eu vou montar uma empresa de busca, alegar que o google esta fazendo monopolio e exigir permição de copia dos resultados de busca dele. ¬¬

  12. Acho que o pior aí é que não estamos falando de copia. Pois copiar um código ou uma idéia e melhora-lo é copiar, agora o que foi roubo. No mercado copiar idéias é uma coisa até comum. Agora Bing agora vai ter que mudar de nome para BIG(BIG IS GOOGLE).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *