Mudanças na Busca do Google: Semântica e Dados Estruturados

O Santo Graal da tecnologia de busca web é a possibilidade de fazer uma simples pergunta, em sua língua, e obter uma resposta. Com o anúncio de hoje da Google da inclusão de resultados do Google Squared nos resultados tradicionais de busca, a empresa parece estar cada vez mais perto deste resultado.

De acordo com o blog da empresa, um ano atrás, quando o Google Squared foi lançado, “diferente de qualquer buscador, o Google Squared não encontra páginas sobre o tema, em vez disso ele automaticamente agrupa e organiza dados de toda a internet sobre o assunto.” O Google Squared se baseia principalmente em dados estruturados e semânticos e gere conjuntos, como por exemplo “planetas do sistema solar” ou “estados do brasil”.

Agora, essa funcionalidade está sendo adicionada de duas maneiras aos resultados de busca tradicionais da Google. A primeira em consultas simples, como a busca da data de nascimento da Catherine Zeta-Jones está oferecendo resultados mais simples.

Ao clicar em “show sources” (mostrar fontes) sobre o resultado fornecido do Squared, uma lista de fontes aparece mostrando como o Google chegou nesta resposta.

Na segunda maneira, o Google Squared está sendo usado para fornecer um novo recurso na recente barra lateral: “Something Different” (Algo diferente). Este recurso fornece uma lista de buscas relacionadas que podem ser do seu interesse, conforme o termo de busca.

Tudo isso é um grande passo em direção a web semântica, onde os bits de informação são classificados e marcados de acordo com sua relação com outros dados. Como explica a Google em relação ao seu novo recurso “Something Different”, “se você procura por “noodle” (macarrão), você pode ver listados tofu, vermicelli, e bolinhos” porque ele tenta mostrar “algumas queries que possam estar na mesma categoria que a sua busca original.” Cada uma dessas possibilidades, por exemplo, pode ser enquadrada na categoria “alimento”. No caso da busca da data de nascimento da Catherine Zeta-Jones, a frase “data de nascimento” pode ser semanticamente relacionada a uma “data”, que é uma parte numérica dos dados encontrados geralmente usando uma sintaxe muito específica.

No entanto, grande parte dessa informação depende tanto na capacidade da Google de analisar as informações naturalmente ou nos editores da web para começarem a “adoção de microformatos ou padrões RDFa para marcar suas HTMLs e trazer esses dados estruturados para a superfície”, como foi descrito pela empresa no lançamento do Squared do ano passado.

Esta adição do Google Squared melhora a posição da Google em relação aos seus concorrentes como o Bing (que já tenta dar respostas simplificadas, com recursos como o Bing Health), o Facebook (que pretende organizar a informação de acordo com o que seus amigos gostam) e o Twitter (que pretende atender aos desejos de informação em tempo real).

Uma Nova Onda de Problemas Com Publishers

Além disso, temos outro aspecto interessante que em breve aparecerá como resposta a esta mudança. Se os jornalistas já ficavam indignados com o Google News, agora, o Google passa a canibalizar ainda mais o tráfego de sites, ao incluir “respostas” direto em sua home. Imagine a queda de audiência que esta mudança significa para os sites de perguntas que saberiam responder o aniversário da Zeta Jones por exemplo? É esperar para ver o próximo movimento da mídia e dos Murdochs Junior de plantão…

0 responses to “Mudanças na Busca do Google: Semântica e Dados Estruturados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *