Googlesquare? O que os Motores de Busca Poderiam fazer com os Dados de Localização

O Foursquare diz que está tentando negociar com todos os principais motores de busca para indexar dados de localização dos checkins dos usuários. Ficamos sabendo que a Google pode estar em conversações com todos os principais players do mercado de redes sociais baseadas em localização. O que um gigante motor de busca pode fazer com check-ins e anotações de localização das pequenas startups? Vejamos.

As parcerias pagas entre a Google, Microsoft e o Yahoo com o Twitter, Facebook, MySpace e outros poderiam servir de modelo, mas a localização também oferece novas oportunidades. Não é surpreendente que numa web tão dependente da Google, existam novos tipos de sites emergentes tão valiosos que podem cobrar dos gigantes motores de busca pelo seu conteúdo? Aqui estão algumas possibilidades do que a Google pode fazer com este conteúdo.

Busca em Tempo Real

No ano passado a Google passou a incluir tweets, posts novos de blogs e outras coisas ao vivo na página de resultados de pesquisas mais populares. As redes sociais mobile baseadas em localização, seus comentários e sugestões podem ajudar a preencher esse tipo de resultado de pesquisa por determinados locais e palavras-chave.

Procurando por informações de um grande jogo de basquete? Porque não incluir notas e dicas nos resultados de pessoas que fizeram o check-in no jogo na mesma hora? Em geral, os check-ins têm um grande potencial. O aplicativo social de TV apoiado pela Google, Miso, ou o aplicativo de check-in GetGlue os check-ins poderiam ser inclusos nos resultados, fazendo com que os eles fiquem mais atualizados.

Mapas Super Sociais

Por que não incrementar ao vivo a busca de mapas com as notas de check-in de localizações, anotações, dicas, etc? Imagine procurar indicações para um local e ser informado de quantas pessoas e quais amigos fizeram o check-in lá pelo Loopt, Whrrl ou Foursquare. Assim o serviço não fica preso nas reviews de restaurantes do CitySearch e do Trip Advisor, aproveitando as dicas rápidas das redes de localização. Parece uma ótima ideia.

Busca Móvel

Não é preciso entrar em muitos detalhes neste ponto: O conteúdo de aplicativos de check-in seria uma adição lógica para os resultados de busca móvel. O crescimento das layers de marca das localizações com conteúdo de anotações significa que uma busca móvel pelo Google pode se tornar uma busca por conteúdo próximo publicado pela Independent Film Channel, pelo Huffington Post, etc. Isso faria com que a busca móvel e as redes locais ficassem mais atraentes para todos.

Privacidade, monetização, relevância, personalização, estratégias temporais e outras questões ainda precisam ser discutidas. Essas redes ainda são muito pequenas. A maior delas, o Foursquare, possui apenas 2 milhões de usuários. Isso é menos de um quarto do tamanho do StumbleUpon, por exemplo, e pouco mais de um terço do tamanho da plataforma de blogging Tumblr.

O potencial das redes sociais baseadas em localização é enorme. E os motores de busca sabem disso. É por isso que eles estão conversando com estas startups. Para essas empresas, esse tipo de monetização pode também ser um ótimo caminho para financiar suas inovações contínuas.

0 responses to “Googlesquare? O que os Motores de Busca Poderiam fazer com os Dados de Localização

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *