HFPX investe na plataforma de delivery online Foome

Anunciamos recentemente a chegada da HFPX Investimentos. O fundo, de Joinville, tem o objetivo de realizar aportes entre R$ 100 mil e R$ 5 milhões, em pelo menos dez startups de tecnologia até o final deste ano com seus R$ 20 mi. A corrida pelo ouro já começou! A empresa acaba de anunciar seu investimento na platafora web Foome, um portal de delivery online onde o cliente escolhe o que quer comer, em qualquer lugar e a qualquer hora. Nele estão reunidas as principais opções de restaurantes de cada cidade e através dele são feitos os pedidos via internet, de uma maneira ágil e segura, sem a necessidade de pagar a mais pelo serviço.

Os investimentos da HFPX Participações na startup Foome foram através de capital semente, oferecendo a credibilidade de uma gerenciadora de projetos a nova empresa. O mercado é promissor, no Brasil 76% do total de pedidos são através de delivery e mais da metade das pessoas que pedem comida o fazem pelo menos 1 vez por semana. Segundo pesquisas da Associação Brasileira das Indústrias de Alimentação (Abia) o setor faturou R$ 88 bilhões em 2011 e espera crescer mais 14,5% este ano. O CEO da HFPX, Hugo Fabiano Cordeiro, conhece muito bem os dois lados da moeda. Ele foi o fundador e CEO da Microvix, empresa de TI para o varejo, que no início deste ano, foi vendida para o Grupo Linx.

“O delivery online é uma tendência mundial e o posicionamento do Foome foi um diferencial para nossa decisão de investimento nesta plataforma. Com o crescimento constante dos dispositivos móveis e com a entrada das novas gerações na economia, em pouco tempo a maioria dos pedidos de comida serão feitos num smartphone ou via web. Queremos estar entre os líderes desse mercado”, comenta Hugo Fabiano.

A plataforma impressiona ainda na análise dos restaurantes que entregam a comida. Classificando de forma objetiva e dinâmica as melhores comidas por localidade e comparativo de preços, tempo de entrega e espaço com comentários daqueles que já o provaram. Benefícios que o usuário com fome e acesso a internet podem utilizar facilmente. Basta acessar o site, indicar a região e escolher o que mais apetece o paladar. Atualmente, o site esta operando em Curitiba e nos próximos meses o serviço estará disponível nas principais capitais do pais.

As vantagens de utilizar o Foome não são apenas para o usuário, o estabelecimento parceiro também lucra, aparece mais e reduz os erros na hora de anotar um pedido. Com a facilidade do sistema de pagamento online, o restaurante pode reduzir a mão de obra e economizar. Além disso, a empresa parceira recebe uma página exclusiva no site Foome.com.br, investimento em marketing e relatórios para controle gerencial.

Por meio de um rápido cadastro os clientes podem armazenar os cardápios de seus restaurantes prediletos e podem efetuar o pagamento online. O envio do pedido é imediato ao estabelecimento e a confirmação do pedido é feita via sms/email ao usuário. As compras e pedidos ficam salvos no histórico e é possível ainda agendar a entrega.

No Foome todos os restaurantes, pizzarias, cafés, sanduicherías, churrascarias, que oferecem o serviço de entrega em casa , ou até mesmo de retirada no balcão, podem divulgar seus cardápios completos online. O próximo passo da plataforma é lançar os aplicativos para iPhone e Android, aumentando ainda mais a facilidade e a interatividade para com o usuário.

Quem será o próximo da lista da HFPX?

0 responses to “HFPX investe na plataforma de delivery online Foome

  1. Não consigo compreender, uma das principais premissas para ser considerado uma Startup é resolver algo de forma mais clara e simples, algo que seja novo e inspirador! O que teria de novidade nesse projeto? Já temos inúmeras aplicações, sites e Startups semelhantes, tão boa quanto essa. Falta coerência?

    1. Leandro, vejo inovação sim. Fora isso, no sul do país nao temos nada muito bom e consolidado. As ferramentas atuais apresentam diversas carências e não há “inúmeras aplicações” como voce falou aqui no Brasil.

      Desejo sorte a HFPX e o Foome.

    2. Leandro, um negocio de sucesso não necessáriamente precisa ser inovador mas é fundamental que seja bem executado. Você pode empreender dentro de um modelo de negocios atualmente explorado em larga escala – como os sites de grupons – porem visando atuar no nicho de mercado local, algo que as grandes redes não conseguem explorar. Esse é o caso da foome e dos sites de descontos.

  2. O Foome está tentando fazer algo em Curitiba há 2 anos. Até agora estão apenas com 12 restaurantes e nem todos funcionando… tem sites BEM melhores no Paraná. Pode injetar o dinheiro que for, fazer o produto ficar legal e atrativo pra comprar exige talento e muito tempo. Pega de exemplo o ifood.com.br. Os caras injetaram milhões na empresa e olha o produto. Ninguém merece ter que comprar naquele sistema com cara de tranqueira da microsoft.

  3. Descobri um site aqui em Londrina. http://www.aiqfome.com.br. Eles tem poucos restaurantes (apesar de serem os principais), mas em Maringá parece que os caras comandam. É raro achar sites onde desenvolvedores e designers realmente pensam na experiência do usuário, mas eles acertaram em cheio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *