Nota do editor: Este post faz parte de uma parceria do WebHolic com o site Exame. O conteúdo exibido aqui não é de nossa autoria.

Há indícios de que a Apple prepara quatro novos produtos para apresentar em setembro ou outubro: iPhone 5, iPad mini com tela de 4 polegadas, um novo modelo do iPod touch e, ainda, um MacBook Pro de 13 polegadas com tela Retina, de alta resolução. Vejamos alguns detalhtes sobre esses quatro produtos.

iPod touch

A notícia sobre o novo iPod touch foi divulgada nesta semana pelo blog japonês Macotakara. A tela desse novo modelo teria formato alongado e 4 polegadas na diagonal, como no iPhone 5. Tanto no player multimídia como no smartphone, a tela deverá ter sensores de toque intracelulares. Essa nova tecnologia permite reduzir o peso e a espessura do dispositivo.

Essa informação foi reforçada pelo analista de mercado Ming-Chi Kuo, da empresa KGI Securities. Ele diz que a Apple vai lançar um novo iPod touch e um novo iPod nano na próxima Primavera (brasileira), informa o blog MacRumors. O iPod touch é basicamente um iPhone sem a conexão celular. Assim, é natural que ele adote o mesmo formato de tela que será introduzido com o iPhone 5.

MacBook Pro

A informação de que a Apple vai anunciar, com o iPhone 5, uma nova versão do MacBook Pro de 13 polegadas também vem de Ming-Chi Kuo, da KGI. Foi divulgada pelo site AppleInsider. Segundo Kuo, o novo modelo de 13 polegadas terá tela Retina, de alta resolução (2.560 x 1.600 pixels), como já acontece com o modelo mais avançado do MacBook Pro de 15 polegadas.

Kuo diz que esse novo MacBook Pro não terá drive óptico. Ele vai usar uma unidade de armazenamento do tipo SSD no lugar de disco magnético. Com 18 milímetros de espessura, será ligeiramente mais fino que o modelo de 15 polegadas. Kuo diz, ainda, que a Apple está apostando bastante nesse novo modelo, que ela veria como estratégico para ampliar sua participação no mercado de notebooks.

iPad mini

Rumores indicam que também o iPad mini está pronto para a fabricação. Há pouco mais de uma semana, o jornal New York Times disse ter ouvido de uma fonte confiável que esse tablet deve chegar ainda nesta ano. O novo modelo do iPad traria tela de 7,85 polegadas, seria fino como o iPod touch e custaria 250 dólares nos Estados Unidos.

Se isso se confirmar, a Apple estaria indo contra o desejo do fundador Steve Jobs, que abominava os tablets pequenos como o Galaxy Tab, da Samsung. Mas o sucesso do Kindle Fire, da Amazon, e do Nexus 7, do Google, pode ter contribuído para a Apple mudar de ideia. Também pesa o fato de que a Apple já tem um quase monopólio do segmento de tablets com tamanho em torno de 10 polegadas.

Assim, a melhor maneira de expandir sua participação no mercado é passar a competir também no segmento de aparelhos de 7 polegadas, do qual a empresa está ausente. Nele, os concorrentes mais fortes são Google, Amazon e Samsung. Há consenso no mercado de que, com a força da marca Apple, um iPad com preço abaixo de 300 dólares teria sucesso arrasador. Hoje, o tablet mais barato da Apple é o iPad 2, vendido por 399 dólares nos Estados Unidos.

iPhone 5

No caso do iPhone 5, a data de lançamento é quase uma certeza. No competitivo mercado de smartphones, não se pode imaginar que a Apple não vá apresentar um novo modelo neste ano. Além disso, o iPhone 4S já perde, em recursos, para concorrentes como o Galaxy S III, da Samsung. Isso torna urgente, para a Apple, apresentar um novo modelo.

O lançamento do iPhone 5 deve ser feito, no máximo, até outubro. Assim, a Apple poderá aproveitar a temporada de vendas de fim de ano, a mais importante para o comércio. Relatos vindo da Ásia indicam que a fabricação do smartphone já começou em pelo menos uma das empresas contratadas pela Apple para produzi-lo, a Pegatron.

A tela alongada de 4 polegadas deve ser a principal novidade. Mas o iPhone 5 também deve trazer suporte a redes celulares 4G LTE e a conexão sem fio NFC, que poderá ser usada para pagamentos. O aparelho, pelo que se sabe, vai ter 1 gigabyte de memória RAM, o dobro da capacidade do iPhone 4S. Além disso, o novo smartphone deve marcar a estreia de um conector de dados redesenhado, menor que o atual. E será o primeiro produto da Apple a sair da fábrica com o iOS 6, nova versão do sistema operacional móvel da empresa.