Mozilla Fennec: Um dos Primeiros Navegadores com Add-Ons para Android

Embora os dispositivos móveis estejam cada vez mais poderosos, a maioria os navegadores móveis ainda são versões limitadas dos originais para desktop. Mas com o recente lançamento da versão alfa do Fennec para Android (2.0 ou superior) e para o Nokia N900, a Mozilla está tentando mudar isso. A Mozilla ainda diz que o Fennec é “o primeiro navegador móvel que suporta add-ons.” Mas o Dolphin Browser HD para o Android também suporta add-ons.

Além disso, o Fennec suporta a sincronização com o Firefox, o que dá a capacidade aos usuários de sincronizarem seus favoritos, abas abertas, senhas e dados de formulários com máquinas diferentes. O Fennec também oferece suporte pinch-to-zoom, uma página inicial personalizada e menus de contexto. A quantidade de extensões móveis para o Fennec ainda é limitada. Atualmente a galeria de add-ons da Mozilla conta com 120 add-ons.

Foco na Velocidade

Além desses recursos novos e melhorados, a equipe da Mozilla nota que o foco principal desta versão é o aumento do desempenho e da velocidade de resposta. A equipe do Fennec conseguiu isso desmembrando os processos responsáveis pela interface do navegador e do conteúdo da web. Graças a isso, a interface do navegador continuará eficiente nas respostas, mesmo quando estiver executando uma página complexa ou um processo intensivo da CPU.

Uma Estrada Longa e com Obstáculos

As primeiras versões preview do Fennec para o Android surgiram no início deste ano, mas na época, Vladimir Vukićević da Mozilla lembrou que a versão do aplicativo para o Android ainda era “pré-alfa” e que ainda não estava pronto para o consumo público. Agora, a Mozilla parece estar muito mais confiante com esta versão do Fennec para o Android, embora a Mozilla tenha dito que o aplicativo foi otimizado para o Nexus One, e sua experiência em outros dispositivos pode ser diferente.

O setor móvel continua a ser uma das áreas mais fracas da Mozilla. Mas com o recente lançamento do Firefox Home para o iPhone e com este lançamento alfa do Fennec parece que a Mozilla volta a caminhar lentamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *