Está na hora de esclarecer algumas coisas. Uma onda de preocupação tomou o Twitter recentemente sobre o Oracle acabar com o suporte ao InnoDB. Mas este não é o caso.

O que realmente aconteceu é que o InnoDB é grátis, como parte da edição do MySQL da comunidade, sob licença do GPL. O InnoDB está incluído em todas as versões, com exceção da edição clássica, que utiliza o mecanismo de armazenamento MyISAM.

A edição clássica é um banco de dados integrado para os ISVs, OEMs e VARs. Ela não inclui o InnoDB. As versões que suportam o InnoDB são: a edição padrão, que custa US$ 5.000 e uma versão high-end que custa US$ 10.000.

O InnoDB é um mecanismo de armazenamento para MySQL. Historicamente, ele era disponível para todos os binários do MySQL.

Aqui está o gráfico em questão, que confundiu muita gente. Desde então foi atualizado esclarecendo o que está incluído na edição clássica.

O InnoDB se tornou um produto da Oracle Corporation depois da compra da Innobase em 2005.

O MySQL foi gerido pela Sun Microsystems, pelo menos até sua aquisição pela Oracle no começo deste ano. Desde então, a Oracle tem se direcionado, metodicamente, para fazer do MySQL uma fonte de lucro.