A Morte dos Pageviews: Foque nas Métricas Específicas do Seu Negócio

A web atingiu um ponto em que apenas contar pageviews tornou-se algo inútil para as startups.

Houve um tempo em que tudo o que você precisava para ter sucesso na internet era chamar a atenção, e a melhor maneira de mensurar esta atenção era medindo seus pageviews (medindo exatamente quais páginas de um site são vistas por visitantes individuais). Mas a bolha das ponto com mostrou que o modelo de negócio da atenção foi um fracasso.

Desde então, as startups passaram para estratégias de monetização direta, como Saas (software como serviço) e virtual goods (bens virtuais), e empresas que usam estas estratégias requerem métricas muito diferentes de empresas com modelos de negócios baseados em publicidade. Não se iludam, pageviews foram uma métrica valiosa, mas seu tempo já passou.

Para startups que vendem algo, métricas como a receita média por usuário (ARPU) são muito mais valiosas do que o monitoramento de pageviews. Não faz qualquer sentido considerar as pageviews quando você pode mensurar diretamente o que importa.

Há também outra tendência em que a web está se dirigindo, em direção a interação e se afastando das páginas separadas. Se você está indo na direção da incrível experiência do usuário, você dependerá das interações on-page. Você pode imaginar como seria se a página recarregasse a cada vez que você comentasse ou “gostasse” de alguma coisa no Facebook? Seria horrível.

Esta tendência desvaloriza o pageview como uma métrica válida. Se você tiver um aplicativo altamente interativo que abrange apenas algumas páginas, não há muito valor em saber quantas vezes aquelas páginas foram carregadas. Informações muito mais valiosas podem ser encontradas rastreando a atividade de maior interação dos usuários em seu aplicativo. Os benefícios aqui são dois: Você pode medir diretamente as coisas que são importantes para você, e você ganha um ótimo insight de como as pessoas usam o aplicativo.

Se não for com Pageviews, Será com o Que?

Quando você está decidindo como incorporar estas novas análises em sua estratégia, o mais importante é que você já esteja recolhendo dados. Você tem que ser capaz de usar as informações que você reunir para tomar uma decisão e agir.

Com isto, existem algumas áreas que devemos ficar atentos: Testes A/B (split testing), monitoramento de interações, análise de conversões e rastreamento de cliques. Estes métodos darão a você a informação que precisa para melhorar suas taxas de conversão e sua compreensão do comportamento de seu usuário.

Alguns anos atrás, as opções eram apenas rodar o seu analytics ou pagar muito dinheiro para empresas como a Omniture. Isso deixava as startups numa situação difícil, uma situação que muitas se encontram hoje: é difícil justificar sua opção de gastar muito tempo com analytics, quando ele não faz parte de seu objetivo principal, e é difícil para uma pequena empresa fazer a ponte entre sua estratégia comercial e as métricas tradicionais de analytics.

Felizmente, a visão do analytics está mudando. Muitas novas empresas estão surgindo para lidar com cada aspecto de seu analytics, libertando-as da necessidade de desenvolver suas próprias ferramentas internas.

Divisão de Testes

A divisão de testes envolve a criação de diferentes versões do seu site para medir como as mudanças afetam o comportamento do usuário. Suas alterações podem ser tão pequenas como um aviso ou tão grandes quanto uma mudança completa no design. Com esses dados em mãos, você pode fazer alterações em seu site para melhorar suas taxas de conversão.

Quais empresas fazem isso?

  • O Google Website Optimizer é uma solução de testes A/B gratuita a que torna possível a mudança de layouts e determinar segmentos expostos a cada versão, ajudando a determinar melhor a combinação dessas mudanças.

Análise de Conversão

A análise é uma forma de medir as taxas de conversão em várias etapas da aquisição do usuário. Por exemplo, você pode medir quantos visitantes vão da página principal para a página de preços, e quantos deles continuam até se cadastrarem. Este é um conceito extremamente importante para você, e pode ser aplicado em muitos aspectos de seu aplicativo.

Que empresas fazem isso?

  • O Mixpanel é um serviço freemium que fornece análise e segmentação.
  • O Google Analytics tem um recurso chamado Funnel Visualization que fornece monitoramento básico baseado nos pageviews.
  • A KISSmetrics é uma nova empresa com um produto de análise em beta fechado.

Rastreamento de Cliques

O rastreamento de cliques é uma ótima maneira de medir a eficácia de seu site. Cada clique que um visitante faz é gravado para que você saiba quais links e botões estão recebendo mais atenção. Há uma série de maneiras de reportar esses dados, mas a maneira mais popular é a sobreposição de uma imagem de seu site com um heatmap de todos os cliques. Se seus visitantes não estão correspondendo como você esperava, você pode tentar mudar a página e continuar testando.

Quais produtos fazem isso?

  • O ClickTale é um serviço freemium que pode gerar heatmaps e filmes das sessões de visitantes únicos.
  • O CrazyEgg é um serviço pago que pode gerar alguns relatórios diferentes para as atividades de seus visitantes, incluindo heatmaps.

Monitoramento de Eventos

O monitoramento de eventos é uma forma de medir exatamente o que os visitantes estão fazendo em seu site. Alguns exemplos de eventos são: envio de convites, vídeos assistidos e cadastros de usuários. A importância desta funcionalidade tende a crescer, principalmente com a interatividade da web de hoje em dia.

Quais empresas fazem isso?

  • O Kontagent é um serviço freemium focado em aplicativos do Facebook. Ele rastreia eventos específicos do Facebook, como convites e notificações entre outras coisas.
  • O Google Analytics recentemente adicionou um rastreador básico de eventos para complementar seus serviços baseados em pageviews.

Medindo Relevância

O uso de métricas é crucial para o sucesso online. Se você quer melhorar sua startup, você precisa analisá-la constantemente, mas é importante analisar o que realmente é importante para seu negócio, e não dados que só irão aumentar o seu ego. Claro, pode ser fascinante ver a contagem de visitantes únicos subir a cada dia, mas também pode ser uma distração perigosa. A era da atenção como definição de sucesso passou, então melhor esquecer isso e analisar o que realmente é relevante ao seu negócio.

Se você não está analisando e mensurando muito mais que pageviews e visitas. As taxas de conversão para os botões de sua página principal seria um ótimo lugar para começar.

E você concorda com a morte dos pageviews? Quais outras empresas oferecem serviços que ajudam a mensurar um negócio negócio online? Não deixe de comentar.

0 responses to “A Morte dos Pageviews: Foque nas Métricas Específicas do Seu Negócio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *