O SlideShare Vai Além do PowerPoint: Agora com Apresentações em Vídeo

O SlideShare, o popular serviço de compartilhamento de apresentações, acaba de anunciar uma grande atualização em sua plataforma. Os usuários agora podem fazer o upload de vídeos em suas apresentações, screencasts e outros conteúdos de vídeo relacionado aos negócios. Graças ao aplicativo LinkedIn do SlideShare, os usuários do LinkedIn agora podem compartilhar vídeos na rede social corporativa.

Adicionando Vídeos: Uma Progressão Natural para o SlideShare

Acrescentar esses vídeos parece uma jogada natural para o SlideShare. Afinal, mais e mais conteúdos de negócios já estão indo nesta direção e com os vídeos ele acrescenta uma dimensão extra para uma apresentação que um conjunto básico de slides do PowerPoint nunca alcançaria. A CEO do SlideShare, Ramshi Sinha, nos disse que a empresa pretende atingir profissionais de marketing, professores, doutores e outros profissionais com este novo serviço. Atualmente, não existem muitos serviços dedicados ao compartilhamento de vídeos para profissionais, e plataformas como o YouTube não servem para a segmentação de audiência que muitos dos usuários do SlideShare estão tentando alcançar.

As páginas de vídeos são quase idênticas as páginas comuns do SlideShare. A única diferença real é que essas páginas agora exibem um vídeo em vez do PowerPoint básico ou dos slides Keynote. Os usuários do SlideShare podem incorporar esses vídeos em seus próprios sites.

O concorrente mais próximo para o novo recurso do SlideShare é provavelmente o serviço gratuito MyBrainshark da BrainShark, que também possui o recurso de apresentações para profissionais em video. A grande vantagem do SlideShare é sua grande base de usuários. O serviço está perto de ter 30 milhões de visitantes únicos por mês (incluindo os sites que incorporam o conteúdo do SlideShare).

Limite de Upload: 500 Megabytes por Vídeo

Por enquanto, a empresa está oficialmente classificando este serviço de vídeo como um produto beta. A empresa pretende obter o feedback nos próximos 2 ou 3 meses e, em seguida, adaptar a versão atual de acordo com as necessidades. O limite de upload é atualmente de 500 megabytes e usuários podem subir até cinco vídeos por mês.

E aí, quem vai publicar o primeiro video brasileiro no slideshare? Já achou algum? Mande para nós!

0 responses to “O SlideShare Vai Além do PowerPoint: Agora com Apresentações em Vídeo

  1. Gosto do SlideShare, acho que é um serviço interessante e mais profissional do que o YouTube. O público é diferente, e a integração com o LinkedIn demonstra isso. Talvez a inclusão dos vídeos permita ao serviço se firmar como um canal de informação profissional. Só temo que esta ação “mate” a parte das apresentações, porque o vídeo tem (bem ou mal) um apelo muito maior e pode desviar o foco do serviço.

    O pior cenário seria se a parte de vídeo ganhar espaço excessivo no serviço e “matar” a parte de apresentações, mas ao mesmo tempo, ficar ainda muito aquém do YouTube em audiência e penetração de mercado. O Slideshare perderia o diferencial e veria seus custos aumentarem (afinal, streaming de vídeo é bem mais pesado do que servir apresentações). É uma aposta com um certo risco.

  2. Esta mesma questão apareceu quando o Flickr abriu para upload de vídeos, e sew resolveu à medida que foi se dando destaque para vídeos que trazem uma linguagem própria, que nasce da convergência entre a linguagem da fotografia e do vídeo. Hoje vemos no Flickr vídeos de até 90 segundos e que exploram muito o enquadramento, iluminação e outras questões próprias da fotografia.

    Acho que o mesmo deve acontecer no Slideshare, principalmente com o recurso de exportar para vídeo presente no novo powerpoint 10.

  3. Se você não é um usuário pagante, ele só permite enviar até 3 vídeos por mês. Não é muito.
    O pior é que parece que eles estão muito ocupados para responder pedidos de criação de Branded Channel… Bem que isso podia ser automatizado.

  4. Esta mesma questão apareceu quando o Flickr abriu para upload de vídeos, e sew resolveu à medida que foi se dando destaque para vídeos que trazem uma linguagem própria, que nasce da convergência entre a linguagem da fotografia e do vídeo. Hoje vemos no Flickr vídeos de até 90 segundos e que exploram muito o enquadramento, iluminação e outras questões próprias da fotografia.

    Acho que o mesmo deve acontecer no Slideshare, principalmente com o recurso de exportar para vídeo presente no novo powerpoint 10.

  5. Se você não é um usuário pagante, ele só permite enviar até 3 vídeos por mês. Não é muito.
    O pior é que parece que eles estão muito ocupados para responder pedidos de criação de Branded Channel… Bem que isso podia ser automatizado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *