Por Que Usar o Ruby?

O criador do Ruby on Rails David Hansson deu uma palestra recente na Ruby Conf 2010 falando menos sobre as técnicas de codificação e muito mais sobre a filosofia em geral do mundo de desenvolvimento Ruby. No video, David fala muito sobre a comunidade e os paradigmas da linguagem que mais cresce no mercado de desenvolvimento web hoje. Mesmo que você não seja rubista, acreditamos que vale a pena assistir e entender os fatores que ocasionaram o surgimento de um dos maiores fenômenos tecnológicos da web moderna.

“Why Ruby?” – RubyConf X Keynote from David Heinemeier Hansson on Vimeo.

E você porquê usa Ruby? E se não usa, qual a sua “weapon of choice“?

0 responses to “Por Que Usar o Ruby?

  1. Assisti esse vídeo ontem de noite e realmente é muito bom. Estudei um pouco de Ruby (e Rails) em 2007 mas só agora que peguei pra valer. O vídeo é bastante “motivador” e excelente para o pessoal que ainda não conhece a linguagem/tecnologia. Espero que 2011 seja o ano do Ruby no Brasil como tem sido em outras partes do mundo.

  2. Não programo comercialmente em Ruby e sim em .net, mas sou entusiasta do Ruby nas horas vagas, acho muito bom, maduro, uma linguagem de gente grande, organizada, MVC bem melhor que o do .net, mas ainda truncado quando se necessita sair da “convenção” ou seja, para coisas mais específicas.

    E quanto ao Celso, falar de PHP … aff, é comparar fusca com Ferrari, coisa de xiita, sugiro que vá estudar.

  3. Ia dedicar um tempo pra escrever um belo comentário, mas o Cicciolina escreveu exatamente o que penso, tb não trabalho comercialmente, sou um entusiasta, mas cheguei a um certo ponto onde não consigo sequer abrir .NET, Ruby é muito mais produtivo e agradável, que esse ano eu faça parte de uma equipe Ruby e não tenha de abrir um Visual Studio pro resto da minha vida.

    Quanto a PHP, nada a acrescentar!

  4. O Facebook e o YouTube podem até terem sido desenvolvidos em PHP. Mas a força “astronômica” que o Ruby ganhou nos últimos anos é realmente de se surpreender. O que vale em uma linguagem é acima de tudo a força da comunidade, é ela quem faz os aprimoramentos, fixing bugs, pacotes auxiliares e etc. O GitHub esta aí pra provar ao mundo todo que o Ruby enfim chegou pra desbancar o resto. PHP never more!

  5. Também pretendo aprender Ruby (JRuby) e Python, mas é difícil superar a comunidade PHP, quantidade de projetos, comunidades, desenvolvedores, servidores instalados, hospedagens disponíveis, CMS, e-comerce…
    Boa parte das tecnologias GPL mais utilizadas na web são em PHP. Veja diferenças em outros sites (além do GitHub):
    http://www.hotscripts.com/ (vários repositórios de código mantém está mesma proporção)
    http://sourceforge.net/search/ (está é uma referência de peso)

    abs

    Fabio

  6. Depois de passar por 3 gerações de linguagens e ouvir sempre as mesmas histórias de flamewars e guerras santas, não me impressiono mais quando alguém, com ar superior, desdenha alguma linguagem mais antiga. É como se falar mandarin permitisse que alguém se expressasse melhor, de forma mais elegante e concisa. O que ocorre, é que, exceto, talvez em um contexto adequado, isso não faça diferença alguma para quem se comunica.
    O Ruby (na verdade a framework Rails) é o novo PHP (a comparação mais adequada é o PHP foi o Clipper e o Rails é o novo Delphi), o Java é o novo Cobol, o .net é o novo VB. E assim, caminha a informática.
    Até o próprio Ruby, mais baseado em OO já sofre ataques pois agora só se fala em programação funcional e a moda é Haskell, Lisp, Scheme, Javascript até o Python.
    A lição que eu aprendi depois de experimentar muitas linguagens, é que a melhor estratégia é ser pragmático e escolher uma ferramenta que seja madura, seja aberta, que tenha apoio de uma boa comunidade e que não necessite investimento em infraestrutura para colocar em produção.

  7. Trabalhei com Ruby por 6 meses, curti a linguagem, mais ainda prefiro trabalhar com Python,em relação ao PHP é uma ótima linguagem, ela foi queimada no mercado por ser a preferida entre os ‘sobrinhos’, pois tinha resultados rápidos. O fato dela ser mal usada por muitos não quer dizer que seja ruim, PHP é uma ótima linguagem de programação.

    Se fosse assim eu falaria mal de .NET já que a maioria se tirar o mouse da mão não consegue fazer nada, mas ainda assim não são todos.

    como dizem: “O ruim não é o .NET o ruim é o programador .NET!” haha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *