Revisitando as Top Aplicações Web no Brasil

Em Setembro de 2006 tive a oportunidade de colaborar com Richard MacManus em um artigo publicado no ReadWriteWeb entitulado “Top Web Apps in Brazil“, parte de uma série de textos mostrando a quanto andava o mercado de aplicações Web em diversos países.

Com a recém chegada da versão brasileira do ReadWriteWeb achei relevante revisitar o artigo de 2006, analisar como as Web Apps da época vão hoje em dia e o que surgiu de interessante nesse meio tempo.

Visão Geral

Em 3 anos o mercado brasileiro de Internet evoluiu bastante como era de se esperar. Muitas das novidades da Web 2.0 em 2006 hoje já fazem parte do dia-a-dia dos internautas e não são mais novidade. A atitude social do usuário já é inerente à sua presença online, participando ativamente em diversos sites e plataformas. Chegamos a marca de 64,8 milhões de internautas segundo o Ibope Nielsen Online em julho de 2009. O faturamento do e-commerce nacional em 2006 de R$ 4.4 Bilhões deve pular esse ano para R$ 10.5 Bilhões. Além disso, a crise financeira mundial parece não ter afetado os pequenos negócios no Brasil, o que se refletiu no mercado de empresas de Internet.

A natureza das aplicações Web brasileiras continua a de ser espelho de aplicações Web bem sucedidas no exterior, com poucas exceções.

O que mudou?

Das aplicações analisadas em 2006, muitas fecharam as portas. As que se mantiveram estão bem posicionadas e mostraram crescimento sustentado.

Imagem2

Videolog.tv
O Videolog.tv fechou grande parceria com o UOL para onde migrou sua hospedagem e carteira comercial de publicidade online. É um site relevante para o mercado de vídeo online apesar de ter sofrido com o fato do YouTube, lider mundial nesse segmento, ter passado a oferecer seu site também na lingua portuguesa.

logo_gazzag

Gazzag
O Gazzag surgiu na sobra do Orkut e encerrou suas atividades nela. Não está mais no ar.

Imagem4

Flogão
O Flogão continua em atividade. Soube aproveitar o nicho de fotologs no Brasil. Foi vendido para o grupo Power.com, uma nova startup com foco em agregação de redes sociais.

Imagem5

Camiseteria
O Camiseteria consolidou sua posição de lider no segmento de e-commerce de camisetas e cresceu forte durante os 3 últimos anos. (Aviso legal: Sou co-fundador do Camiseteria e apenas estou repassando fatos consumados)

Imagem6

BlogBlogs
O agregador de blogs BlogBlogs confirmou sua vocação para representar a blogosfera brasileira e continua crescendo. O site foi incorporado pela WebCo Internet, empresa do fundador do BlogBlogs Manuel Lemos, a qual recebeu um aporte de capital da Naspers Limited e da Editora Abril.

wasabi

Wasabi
O agregador de RSS Wasabi teve suas operações encerradas em 2008. Enfrentou a frequente adoção do Google Reader e Netvibes pelos brasileiros.

Imagem10

Overmundo
O site colaborativo de conteúdo cultural Overmundo, que foi patrocinado pela Petrobras através da Lei Rouanet, continua na ativa apesar de não ter atingido grande representatividade no segmento da Web 2.0.

Linkk, Ouvi Dizer, Eu Curti
Os Digg Clones brasileiros Linkk, Ouvi Dizer e Eu Curti tiveram caminhos diferentes. O Linkk foi incorporado ao Portal iG enquanto o Ouvi Dizer, apesar de estar no ar, apresenta diversos erros de sistemas, o que nos leva a pensar que está abandonado. Já o Eu Curti foi desativado.

Imagem9

Aprex
O pacote de aplicativos de escritório Aprex manteve-se em crescimento no período de 2006 a 2009. Foi reconhecida pela extinta revista Business 2.0 como uma das “Top 31 startups mais quentes do mundo”. Seus grandes concorrentes são o Google Docs e a iminente versão online do pacote Office da Microsoft.

Imagem19

Blogger
A plataforma de publicação de blogs Blogger mantem sua atuação com bom respaldo de divulgação da Globo.com, dona da plataforma. A grande adoção por parte dos blogueiros iniciantes das ferramentas Blogger do Google e do WordPress.com é um grande desafio para a plataforma. Vale salientar que tanto o Blogger brasileiro quanto o Blogger do Google são ferramentas licenciadas da Pyra Labs.

Novas Aplicações Web

Das novas aplicações web surgidas desde 2006, aponto algumas que se destacaram e outras bem recentes no mercado com o aplicações com bom potencial.

Imagem8

Boo-Box
O Boo-Box com sua plataforma de publicidade soube se reinventar ao longo dos anos e mostra grande potencial de crescimento.

Imagem7

Brasigo
Outro serviço da WebCo, irmão mais novo do BlogBlogs, o Brasigo é um clone do Yahoo! Respostas e vem mostrando serviço fazendo frente ao site do Yahoo!.

Imagem11

Imagem12

Spesa e Organizze
Dois serviços de gerenciamento de finanças pessoais. O primeiro, Spesa, mais antigo, apresenta uma ferramenta já mais desenvolvida, enquanto o Organizze se lança como alternativa simplificada de gerenciamento das contas pessoais.

Imagem13

Power.com
O Power.com é um agregador de redes sociais onde é possível manter em um único site seus perfis de diversas redes como Orkut, MySpace, LinkedIn, entre outros. Pela sua natureza social, é muito viral e apresentou forte crescimento desde o seu lançamento.

Imagem17

Compra3
Auto entitulado e-commerce 3.0, o Compra3 oferece uma ferramenta de compra em grupo, o que favorece a negociação de preços com fornecedores e compras mais baratas para os participantes do site.

Imagem15

LinkNinja e youTag
O LinkNinja entra na categoria dos Digg Clones brasileiros e, apesar de ter sido lançado em 2009, já apresenta crescimento bastante consistente. Já o youTag do grupo SixPix vem mostrando um formato diferente e visualmente mais interessante para o compartilhamento de links.

Imagem16

Migre.me e outros encurtadores de URL
Não só no Brasil, o segmento de encurtadores de URLs tem se enchido com diversos serviços semelhantes. No Brasil, o mais relevante é o Migre.me que conseguiu atrair uma boa massa crítica de usuários e lidera o segmento, também atendido por outros serviços como Peqno.com, 307.to, Vai.la, UIOP.me, Zip.li, MooURL.com e urele.com. Não me espantaria em ver uma consolidação desse segmento em pouco tempo.

Redes Sociais

Não poderíamos deixar de notar a atual situação das redes sociais no Brasil. O Orkut continua líder absoluto em termos de quantidade de usuários apesar da recente investida do Facebook no mercado brasileiro. Neste momento nota-se claramente uma migração dos early-adopters do Orkut para o Facebook em função da sua melhor organização e ferramentas mais completas. No entando, o Orkut continua crescendo no segmento de novos usuários da Internet que buscam este site como primeiro destino de sua navegação na Web.

Conclusão

O mercado de aplicações Web no Brasil é, naturalmente, muito seletivo. Vimos muitas iniciativas morrerem antes de completar seus 2 ou 3 anos de vida e vemos muitas novas iniciativas surgindo. Isso mostra a vocação para empreender do brasileiro. Volume significativo de usuários com tempo para navegar o Brasil possui. Iniciativas de aplicações Web também há. Fica a dificuldade de concorrer com serviços estrangeiros com fôlego para arrecadar mais usuários do que as pequenas iniciativas nacionais.

0 responses to “Revisitando as Top Aplicações Web no Brasil

  1. A maior dificuldade de se manter hoje uma aplicação web voltada ao publico, seja colaborativo ou de iniciativa de uma pessoa ou empresa é sem duvida o fato de acreditar que basta colocar no ar e a coisa vai pegar.
    É necessário um grande investimento de tempo e recursos o que a maioria não quer.
    Abraço

  2. A maior dificuldade de se manter hoje uma aplicação web voltada ao publico, seja colaborativo ou de iniciativa de uma pessoa ou empresa é sem duvida o fato de acreditar que basta colocar no ar e a coisa vai pegar.
    É necessário um grande investimento de tempo e recursos o que a maioria não quer.
    Abraço

  3. Fábio, a compilação de sites está ótima, parabéns!

    Aproveito para comentar sobre o byMK (http://www.bymk.com.br), Rede Social de Moda que surgiu a pouco mais de 1 ano (da qual sou um dos co-fundadores) e está crescendo bastante (já contamos com uma audiência de mais de 250k uniques por mês).

    Abraços,
    Flavio

  4. Fábio, a compilação de sites está ótima, parabéns!

    Aproveito para comentar sobre o byMK (http://www.bymk.com.br), Rede Social de Moda que surgiu a pouco mais de 1 ano (da qual sou um dos co-fundadores) e está crescendo bastante (já contamos com uma audiência de mais de 250k uniques por mês).

    Abraços,
    Flavio

  5. Uau!!! Quando o Videolog.tv foi citado em 2006, mostrávamos um print da matéria como um título. Hoje, guardo este print como uma relíquia.

    Seja bem vindo, RWW! É um prazer saber que o melhor blog de tecnologia do mundo está experimentando os sabores brasileiros.

    Att,

    Mack

  6. Uau!!! Quando o Videolog.tv foi citado em 2006, mostrávamos um print da matéria como um título. Hoje, guardo este print como uma relíquia.

    Seja bem vindo, RWW! É um prazer saber que o melhor blog de tecnologia do mundo está experimentando os sabores brasileiros.

    Att,

    Mack

  7. E tem os SSS (Single Serving sites): DolarHoje.com e EuroHoje.com feito pela @carolcani e por mim.

    Vamos entrar na turminha acima em breve com outro site bem mais elaborado. Fique ligado. 😉

    Um abraço.

  8. E tem os SSS (Single Serving sites): DolarHoje.com e EuroHoje.com feito pela @carolcani e por mim.

    Vamos entrar na turminha acima em breve com outro site bem mais elaborado. Fique ligado. 😉

    Um abraço.

  9. A idéia do compra3 me agrada muito, é de fato uma idéia original e que traz retorno para as três pontas: consumidor, intermediador e vendedor. Tem tudo pra dar muito certo.

  10. A idéia do compra3 me agrada muito, é de fato uma idéia original e que traz retorno para as três pontas: consumidor, intermediador e vendedor. Tem tudo pra dar muito certo.

  11. Eu achei boa e compreensiva a lista. Não teria colocado o Camiseteria, porém.

    Ao meu ver não é uma aplicação, apesar de ser muito bem tocado.

    E senti falta do Rec6, embora tb já esteja mais para lá do q pra cá.

  12. Eu achei boa e compreensiva a lista. Não teria colocado o Camiseteria, porém.

    Ao meu ver não é uma aplicação, apesar de ser muito bem tocado.

    E senti falta do Rec6, embora tb já esteja mais para lá do q pra cá.

  13. Existem outras apps legais feitas por brasileiros. No topo da minha cabeça:
    weheartit.com, seraquevaichover.com.br, meme, hands.com.br, taxi.com.br, pagestacker.com.

    Tinha lido seu post antigo esses dias e fiquei aguardando essa versão atualizada desde quando soube do RWWbr. Mandou ver!

  14. Existem outras apps legais feitas por brasileiros. No topo da minha cabeça:
    weheartit.com, seraquevaichover.com.br, meme, hands.com.br, taxi.com.br, pagestacker.com.

    Tinha lido seu post antigo esses dias e fiquei aguardando essa versão atualizada desde quando soube do RWWbr. Mandou ver!

  15. Bender, concordo com você. Hoje não consideraria o Camiseteria uma “Aplicação Web”. No entanto, como a proposta desse artigo era revisitar o artigo original de 2006, não pude deixar de comenta-lo, ainda que brevemente.

  16. Bender, concordo com você. Hoje não consideraria o Camiseteria uma “Aplicação Web”. No entanto, como a proposta desse artigo era revisitar o artigo original de 2006, não pude deixar de comenta-lo, ainda que brevemente.

  17. Post bem bacana. Adorei a compilação.

    @Antonio, não sabia que o meme foi feito aqui no Brasil. É um serviço interessante, pena que eu não acho que vá fazer muito sucesso…

  18. Post bem bacana. Adorei a compilação.

    @Antonio, não sabia que o meme foi feito aqui no Brasil. É um serviço interessante, pena que eu não acho que vá fazer muito sucesso…

  19. Concordo com o Bender, acho que incluir o Camiseteria foi forçar a barra (conflito de interesses?). A empresa é ótima e um caso de sucesso, mas não é uma “aplicação web”.
    Também achei estranho o Blogger na lista… pelo que saiba o site é Americano e não brasileiro (apesar de dever seu sucesso em grande parte ao Brasil).
    For isso, lista bacana, alguns serviços eu ainda não conhecia!

  20. Concordo com o Bender, acho que incluir o Camiseteria foi forçar a barra (conflito de interesses?). A empresa é ótima e um caso de sucesso, mas não é uma “aplicação web”.
    Também achei estranho o Blogger na lista… pelo que saiba o site é Americano e não brasileiro (apesar de dever seu sucesso em grande parte ao Brasil).
    For isso, lista bacana, alguns serviços eu ainda não conhecia!

  21. Listas sempre levantam polêmicas 🙂

    Sobre a versão nacional do Blogger, apesar de alguns acharem que não deveria fazer parte da lista, é legal mencionar que o Brasil foi o primeiro e único país para o qual a Pyra Labs (empresa por trás do Blogger) licenciou sua plataforma e a receita desse acordo foi muito importante pra saúde financeira e sucesso do Blogger. Quem leu o “Startup – Founders at Work” se lembra que a Pyra perdeu todos os funcionários e o serviço foi mantido por meses apenas pelo Ev Williams, quase vindo a falir.

  22. Listas sempre levantam polêmicas 🙂

    Sobre a versão nacional do Blogger, apesar de alguns acharem que não deveria fazer parte da lista, é legal mencionar que o Brasil foi o primeiro e único país para o qual a Pyra Labs (empresa por trás do Blogger) licenciou sua plataforma e a receita desse acordo foi muito importante pra saúde financeira e sucesso do Blogger. Quem leu o “Startup – Founders at Work” se lembra que a Pyra perdeu todos os funcionários e o serviço foi mantido por meses apenas pelo Ev Williams, quase vindo a falir.

  23. Olha! O Link Ninja está aí! Acho que tanto fundadores quanto colaboradores do site estão muito felizes com esta indicação. O Link Ninja é motivo de muito orgulho pra todos nós, e seu crescimento é resultado de muito trabalho e dedicação.
    Apesar do Digg ser o pioneiro no serviço de compartilhamento de links, muito evoluiu desde sua criação. Nós aprendemos bastante com isso. Espero que todos possam vir conhecer o Link Ninja pra conferir a variedade de atrativos que oferecemos e que nos distancia consideravelmente do Digg.
    Encerro o comment por aqui, deixando o endereço do site e reiterando o convite.
    http://www.linkninja.com.br

  24. Olha! O Link Ninja está aí! Acho que tanto fundadores quanto colaboradores do site estão muito felizes com esta indicação. O Link Ninja é motivo de muito orgulho pra todos nós, e seu crescimento é resultado de muito trabalho e dedicação.
    Apesar do Digg ser o pioneiro no serviço de compartilhamento de links, muito evoluiu desde sua criação. Nós aprendemos bastante com isso. Espero que todos possam vir conhecer o Link Ninja pra conferir a variedade de atrativos que oferecemos e que nos distancia consideravelmente do Digg.
    Encerro o comment por aqui, deixando o endereço do site e reiterando o convite.
    http://www.linkninja.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *