RWW Pergunta: Você Prefere Android ou iPhone?

Ontem, após o lançamento do iPhone OS 4 trocamos alguns tweets empolgados comentando o novo lançamento da Apple. E como esta discussão costuma levantar os ânimos das duas partes, tentamos juntar aqui alguns pontos interessantes sobre cada uma das duas plataformas e pedimos sua opinião. Nós queremos saber: Quem é mais querido pelos nossos leitores, o Android ou o iPhone?

iPhone

A Apple provavelmente se consagrou como uma das empresas mais inovadoras da década passada com o pioneiro iPhone. Foi o primeiro smartphone pensado para navegar de verdade na internet. Pouco tempo depois, a empresa conseguiu novamente revolucionar o mercado móvel, criando seu ecossistema de aplicativos, e cativando (e também irritando) a comunidade de desenvolvedores. Todo esse mérito pode ser notado nas estatísticas do aparelho. É líder de mercado, possui uma comunidade de usuários super engajada e com isso já vendeu mais de 80 milhões de unidades.

Na nossa opinião o iPhone leva vantagem por possuir hoje um vasto arsenal de aplicativos e ter lançado ontem 2 grandes trunfos, o iAd e o Game Center. A experiência de uso do iPhone no geral é mais fluida, os aplicativos possuem interfaces mais consistentes e existem mais chances de se encontrar aquele aplicativo que só você precisa na App Store que no Android Market.

Mas tudo isso tem um preço, A Apple limita vários recursos desnecessariamente, tem políticas questionáveis com os desenvolvedores, e o iPhone é 100% dependente do iTunes. Ficar do lado do iPhone é saber que você nunca vai ter acesso ao Google Voice no seu celular e que jamais terá a liberdade de poder instalar o Opera no lugar do Safari, ou usar flash por exemplo. Além disso, o iPhone está deixando de ser o trendsetter, para incorporar o que o Android já fazia a bastante tempo: Multitasking, gestão eficiente de alertas, efeitos na câmera, entre outras coisas.

Android

O grande xodó do Google nasceu fraquinho, com várias limitações, mas carregando uma bandeira de liberdade. O Android veio para ser o inimigo da plataforma fechada da Apple, completamente Open Source e independente do iTunes. Começou com aparelhos mais lentos, maiores e mais  feios que o iPhone, sem multitouch e sem uma série de outros recursos que consagraram seu concorrente. Mas o sistema evoluiu rápido. Desde seu surgimento, na forma do G1, até o primeiro celular branded do Google, o Nexus One foi uma longa caminhada e hoje o sistema está maduro.

Hoje quem quiser um aparelho com Android encontra opções tão bonitas, e com hardware de qualidade igual ou superior a do iPhone. O Android também é bastante democrático, saindo desde aparelhos mid-end até modelos top de linha, portanto pode ser uma alternativa muito interessante para quem quer um aparelho com recursos avançados e preços sem o custo da maçã atrás. Hoje já existem versões do Android portadas para carros, TVs, e netbooks, não se assuste caso em breve apareça uma geladeira com Android perto de você.

A conexão opcional com contas do Google e o suporte oficial também são outro ponto de destaque. Um aplicativo dedicado do Gmail? Só o Android tem. Sincronização nativa de contatos wireless ou 3g? Ele tem. E configurar todo o telefone apenas entrando seu gmail e sua senha parece mágica.

Trabalhar com widgets além de aplicativos é outro ponto forte. Mas como nem tudo são flores, também temos limitações:

Apesar da velocidade acelerada de crescimento, o Marketplace do Android ainda é apenas uma pequena fração da AppStore. Se você precisar de uma calculadora financeira HP12c, ou do aplicativo do Linkedin, eles não estarão lá, e isso é um saco! Por outro lado, os grandes hits do iPhone estão todos lá: Foursquare, Gowalla, Facebook, Evernote, Seesmic, WordPress, Mobile Google Analytics e outros. É uma questão de tempo, mas assim como os usuários do iPhone tem que esperar por multitasking, os usuários do Android tem que esperar, pois os aplicativos chegam depois aqui. Outro aspecto são as interfaces. A falta de moderação da Appstore do Android acaba por gerar alguns frankensteins, com interfaces péssimas. Hoje as interfaces do SO já são tão boas quanto as da Apple, mas isso ainda não é verdade para o Marketplace. Talvez seja apenas uma questão de tempo para que o ecossistema cresça e os melhores se destaquem, talvez não.

A briga está esquentando. Android e iPhone já estão quase empatados no tráfego móvel nos EUA (gráfico acima) e nós queremos saber a sua opinião:

Android vs iPhone – Quem leva a melhor?

Ps: é triste que a Microsoft não seja nem citada nesta guerra que é definitiva para as gigantes da web dos próximos anos.

0 responses to “RWW Pergunta: Você Prefere Android ou iPhone?

  1. Primeiro eu gostaria que o Android vencesse a briga. Sim gostaria . Simplesmente por que eu espero ainda ver muitas inovações interessantes neste seguimento e em minha opinião a estratégia fechada da Apple vai se tornar cada vez mais um empecilho para a inovação no setor. Eu como desenvolvedor e empreendedor espero pode criar coisas novas e para a comunidade de startups como um todo é melhor que o Android vença a batalha. Hoje ainda é claramente mais vantajoso desenvolver na plataforma da Apple mas nos próximos anos eu espero ver uma adoção cada vez maior do Android a medida que novos aparelhos forem entrando no mercado. Eu não preciso de babá e não gosto que me digam o que eu posso ou não fazer. Mesmo que seja com o pretexto de que “isto é o melhor para você”. Acredito que muitos desenvolvedores,designers e “criadores” de modo geral tenham um sentimento parecido. Mas por hora o que é mais importante é o mercado e a distribuição e nesta frente o iPhone ainda é o campeão.

    “Pense diferente … desde que não seja diferente de nós !”
    slogan verdadeiro da Aple.

  2. Após ter contato mínimo suficiente com as 2 plataformas e conhecer o dia-a-dia de ambos Iphone e Android(Milestone), chego a conclusão que, até o momento, a Apple está na frente.

    De fato a concorrência com o Android tende a crescer cada vez mais, obviamente pela adesão de tantas marcas e modelos a este OS. Porém, vejo o Android mais “pé duro” em diversos aspectos:

    1. Como citado, nem precisamos comparar a AppStore com o MarketPlace, afinal a AppStore ganha de goleada com a qualidade, variedade e quantidade de aplicativos, jogos e afins;

    2. O Android OS é mais quadradão no que diz respeito a movimentos, gestos e usufruto do touchscreen. É bom, totalmente usável. Porém não é tão suave e ao mesmo tempo robusto como o da Apple.

    3. O Iphone é mais (em alguns casos MUITO mais) simples, fácil e intuitivo em sua interatividade. O interagente alcança mais rápido um determinado objetivo com o Iphone que com o Android pela facilidade de se explorar o Iphone. E nisso a Apple sempre trabalhou (e muito bem), haja visto seu MacOS.

    4. O Android demorou 3 anos mais ou menos para chegar no calcanhar (ou nas pernas hehe) da Apple. Temo um upgrade agressivo no hardware do Iphone para esse ano. Se isso acontecer mesmo, lá se vai boa parte dessa diferença que o Android diminuiu (ou quase equiparou) nestes últimos anos.

    Enfim, atualmente, considero 2 ótimas plataformas e, se ganhasse qualquer uma das 2 de presente ficaria satisfeito. Agora, se o dinheiro sai do meu bolso, fico com o Iphone, por ora.

  3. O que na minha opinião era o grande mérito da Apple, a capacidade de inovar, de se antecipar ao mercado, ela têm perdido.

    O iPhone OS 4 é correr atrás do prejuízo, de recursos bacanas que nasceram fora de lá e começaram a deixá-lo para trás. As soluções são polidas, bonitas e fluidas. Mas são para tirar o atraso, não para trazer algo novo.

    No caso do Android, a criação não depende só do Google. Todo desenvolvedor pode trazer o próximo grande feature, a próxima grande idéia. Só num ambiente de criação livre de censura poderiam nascer experiências como a interface fantástica do SlideScreen. Ou versões inteiramente customizadas do sistema, como o CyanogenMOD. Essas coisas nunca vão acontecer no iPhone.

    A medida que mais pessoas começam a desenvolver para o Android, atraídos por um marketshare que não para de crescer, podemos esperar mais idéias bacanas chegando à loja de aplicativos. Sem nenhum atravessador entre os desenvolvedores e usuários, fica a certeza que esses novos programas vão estar disponíveis para nós tão cedo quanto possível. E eu mal posso esperar para testá-los.

  4. Meu favorito sem dúvida alguma é o Android, mas o melhor aparelho que já usei até hoje foi um Iphone, o ideal seria um Iphone rodando Android.

    Sobre as lojas de aplicativos, a AppStore ganha em número de aplicativos, mas muitos dos aplicativos são “feios e inúteis”, você acaba nem usando por muito tempo. O Market do Android também tem seus aplicativos “feios e inúteis”, mas pelo menos em um número menor por enquanto, eu falei por enquanto!

    Apesar da diferença no número de aplicativos entre as plataformas, nunca me faltou nada em nenhuma das duas! A maioria das Startups sérias do mercado, dão suporte as duas plataformas!

  5. A promessa de liberdade é fantástica, mas ao mesmo tempo é uma falácia. Qualquer um pode desenvolver para o Android, mas a melhor remuneração (que vem caindo, ainda bem…) está para desenvolvimento para a plataforma Apple.
    Eu tive 2 iPhones, adoro este telefone, e agora migrei para o Droid que também é ótimo.
    O Droid tem multi tasking true, app nativo para o gmail, várias vantagens e a um hardware bem superior ao do iPhone. Mas confesso que a App store dele ainda é um mercadinho, se comparado a do iPhone. Lets Wait and see.

  6. Concordo. Se for para torcer, torço para o Android, pela “promessa” de liberdade. Se for dizer quem é mais maduro, ousaria dizer que ambos estão no mesmo patamar tecnológico, mas no campo de usabilidade, marketing e a atratividade para desenvolvedores, o Android ainda tem que evoluir muito. É esperar para ver!

  7. É engraçado. A crítica é completamente procedente, mas o @codinghorror esqueceu de mencionar que o Steve Jobs é genial por isso: Sua capacidade de fazer coisas irrelevantes e ignoradas parecerem mágica! UAU, agora temos pastas!

  8. Concordo que o Jobs sabe vender como ninguém. Mas é triste ver um cara tão bom vendendo uns features tão 'maomenos' como se fossem a coisa mais legal do mundo.

  9. Concordo completamente que o Marketplace é pequeno comparado com a Appstore. Mas a promessa de liberdade não é falácia. Com o crescimento da plataforma o Marketplace cresce junto, e sem as amarras de pré-aprovação de aplicativos dá para esperar muita coisa boa vindo por aí.

  10. Apesar de alguns discordarem, ainda acho o Android pouco maduro, e isso não só pelo marketplace pouco extenso, o que garantiria novas features, detecção de bugs etc, mas o OS em si ainda tem muito pra crescer. E as atualizações estão ai para isso.
    Falta kilometragem na mão do usuário, pois são eles que apontam falhas e que permitem avanço.

    Sobre a questão de intuitivo, a Apple, como citou o Herberth, cria estilo de vida, e isso acaba por criar também o próprio conceito de usabilidade. Com o Android, é só acostumar – não tem nada que o iPhone tenha que o Android não tenha, mas a recíproca não é verdadeira.

    Autosync do Android não compara. Ainda não tem Gmail?

    Mas celular é assim mesmo. O usuário é muito fiel e para mudar de plataforma é um custo – vide Nokia há uns anos…

    E a Oi já falou: Quem ama, bloqueia. A Apple te ama!

  11. Apesar de alguns discordarem, ainda acho o Android pouco maduro, e isso não só pelo marketplace pouco extenso, o que garantiria novas features, detecção de bugs etc, mas o OS em si ainda tem muito pra crescer. E as atualizações estão ai para isso.
    Falta kilometragem na mão do usuário, pois são eles que apontam falhas e que permitem avanço.

    Sobre a questão de intuitivo, a Apple, como citou o Herberth, cria estilo de vida, e isso acaba por criar também o próprio conceito de usabilidade. Com o Android, é só acostumar – não tem nada que o iPhone tenha que o Android não tenha, mas a recíproca não é verdadeira.

    Autosync do Android não compara. Ainda não tem Gmail?

    Mas celular é assim mesmo. O usuário é muito fiel e para mudar de plataforma é um custo – vide Nokia há uns anos…

    E a Oi já falou: Quem ama, bloqueia. A Apple te ama!

  12. Eu uso um Android (Nexus One) há duas semanas, e tirando um bug* irritante – mas facilmente contornável – considero ele muito superior ao IPhone. Nunca usei um iPhone além do básico, mas não conseguiria viver sem, por exemplo, background tasks.
    Só para citar algo que eu acho que o iPhone não conseguiria fazer, e que eu faço quase todos dias: ligo o N1 via bluetooth no meu aparelho de som, e deixo ele fazendo streaming de música enquanto eu jogo Robot Defense. No fundo, deixo um ssh conectado no meu servidor rodando alguma coisa demorada. E, para completar, o gtalk tá sempre ativo. Tudo isso no celular! 🙂

    (*) o bug irritante é que, eventualmente, o touchscreen fica descalibrado. Basta botar o celular para dormir e voltar que o problema some. Acontece uma vez a cada dois dias, mais ou menos, e parece ser um problema de software que deve ser resolvido na próxima atualização.

  13. Ah, só para completar: ontem mostrei o N1 para o meu sócio, que tem iPhone há bastante tempo. Depois de meia hora passeando no aparelho, ele já disse que quer trocar.

    Acho que, no aspecto mercadológico, o problema para o Android é a falta de conhecimento do público não-técnico. Apple é Apple, e vem construindo sua imagem há algumas décadas. O Google, apesar do grande peso do nome, ainda é visto como um search engine. O que nós, desenvolvedores, vemos é muito diferente do que o que o consumidor comum enxerga. Se o Google quiser vencer a Apple no mundo mobile, ele vai ter que investir pesado em publicidade e varejo (suporte, pré-venda, pós-venda, cadeia de distribuição, etc).

  14. De um lado temos um sistema fechado, elitizado e capitalista, do outro um sistema aberto que tem a promessa de livre, honestamente não sei de quem tenho mais medo. Quem garante que o Google não começaria a vincular propaganda dentro do celulares de acordo com o conteúdo de nossas mensagens de texto e nossos acessos? Afinal é de graça mesmo, não podemos nem reclamar.

    Outro ponto importante é o Android é aberto e tudo mais, mas no final os aplicativos do Iphone custam mais barato.

    No final eu prefiro que a Apple vencesse, mas sei que provavelmente não irá acontecer já que o Android pode rodar em vários aparelhos enquanto o Iphone é basicamente um só.

  15. o android está no mercado a pouco tempo diferente do iphone e a briga já esta grande coitado do iphone em mais um ano!

  16. “… jamais terá a liberdade de poder instalar o Opera no lugar do Safari, ou usar flash por exemplo…”

    É completamente falso, actualmente navego no meu Iphone com o opera… só usei o Itunes 1 vez… não preciso do Itunes para nada, nem para instalar Apps (o meu Iphone esta JailBreak).

    mas no entanto gostei da sua abordagem sobre as diferenças, mas na minha opinião pessoal, o sistema Android esta a ficar cada vez mais potente e com certeza que vai passar a Apple, mas não para já.

    Cumprimentos

  17. “… jamais terá a liberdade de poder instalar o Opera no lugar do Safari, ou usar flash por exemplo…”

    É completamente falso, actualmente navego no meu Iphone com o opera… só usei o Itunes 1 vez… não preciso do Itunes para nada, nem para instalar Apps (o meu Iphone esta JailBreak).

    mas no entanto gostei da sua abordagem sobre as diferenças, mas na minha opinião pessoal, o sistema Android esta a ficar cada vez mais potente e com certeza que vai passar a Apple, mas não para já.

    Cumprimentos

  18. Correção a Apple liberou o uso do Opera, com os grandes avanços no mundo mobile foi colocado a necessidade maior do que o celular ser apenas um simples aparelho de acesso a rede 3G e video chamada , a Apple revolucionou o mercado. Vale lembrar que outros fabricantes de Smartphones nunca irão conseguir rodar um iOS claro evidente isso, a unica alternativa seria Windows Mobile (Windows Phone atualmente) ,mas visto que a Microsoft ficou muito para tras nesse quesito e não já não se vê necessidade de ter Windows em um telefone, o código aberto do Google é a alternativa correta para seja possivel rodar uma OS completo e sem limitação, e isso faz gerar competitidade entre os fabricantes e gera um custo menor para os aparelhos vendidos. Google tomou essa iniciativa devido o crescimento do iPhone ter a possibilidade de trazer um mundo Mobile dominado por uma empresa e dessa forma se sentiu “expremida” com as regras que a Apple detenha , para o Google a melhor forma e ter um espaço livre e democrático , simples e eficiênte. Claro ainda precisa melhor muito o Androidj, eu simplesmente não gostei por ele não possui uma calculadora eficiênte e não possuir um gravador de voz. Tarefas a a parte o Android em aproximadamente 5 anos vai dominar o mundo Mobile ,resta aceitação por parte dos “usuários consumidores”

  19. Correção a Apple liberou o uso do Opera, com os grandes avanços no mundo mobile foi colocado a necessidade maior do que o celular ser apenas um simples aparelho de acesso a rede 3G e video chamada , a Apple revolucionou o mercado. Vale lembrar que outros fabricantes de Smartphones nunca irão conseguir rodar um iOS claro evidente isso, a unica alternativa seria Windows Mobile (Windows Phone atualmente) ,mas visto que a Microsoft ficou muito para tras nesse quesito e não já não se vê necessidade de ter Windows em um telefone, o código aberto do Google é a alternativa correta para seja possivel rodar uma OS completo e sem limitação, e isso faz gerar competitidade entre os fabricantes e gera um custo menor para os aparelhos vendidos. Google tomou essa iniciativa devido o crescimento do iPhone ter a possibilidade de trazer um mundo Mobile dominado por uma empresa e dessa forma se sentiu “expremida” com as regras que a Apple detenha , para o Google a melhor forma e ter um espaço livre e democrático , simples e eficiênte. Claro ainda precisa melhor muito o Androidj, eu simplesmente não gostei por ele não possui uma calculadora eficiênte e não possuir um gravador de voz. Tarefas a a parte o Android em aproximadamente 5 anos vai dominar o mundo Mobile ,resta aceitação por parte dos “usuários consumidores”

  20. O Apple OS com portas fechadas e cabresto apertado para desenvolvedores tá começando a pastar, o Jobs tá passando mal!
    Android não é aberto, é arreganhado e tá engolindo tudo! Ele te proporciona um universo de modificações tanto a nível de firmware e kernel quanto software. Inclusive os zilhões de app’s free já disponíveis e muitas outras a caminho.

  21. Eu aprovo muuuuuuuuuuito bem aprovado o ANDROID. Tem tudo que preciso e só tende a crescer mais e mais, muito bom mesmo.

  22. atualmente eu tive a oportunidade de mecher nos dois celulares, um LG com o sistema android 2.3 e um Iphone 4 e tambem em um 3gs. o androide evoluiu bastante no que me pareceu desde a preimeira ves que eu machi em um, mas não chegou até o momento aos pés da APPLE. o sistema tochscreen como citado com os anteriores amigos não evoluiu tanto, continua a parecer um iphone da china, da para você navegar entre as telas mas fica bem lento. ainda não há tantos aplicativos quanto o Iphone mas tem a vantagen de serem gratis, o iphone 3gs está muito elegante, seus aplicativos são bons e tem uma vantagem sobre o android, o tochs é mais leve e facil de ser usado, contudo se não fosse o jailkibread automatico e gratis que eu fis não seria capas de instalar tantos jogos como está, ainda é um defeito da apple achar que tem que bloquear a quantidade de apps instalados, ou se são de terceiros ou não, os jogos do iphone interagem muito mais com o seu usuario que o android, o iphone 4 não é apenas uma atualização de sistema ou aparelho, muita coisa mudou, desde os aplicativos atá a aparencia, ficou 10x mais elegante que o 3g ou o 3gs, o gps mais atualizado, o Safari está muito mais atualizado e com mais funções, ficou melhor que até o Opera 5.0 mobile. os Ebooks estão mais completos e interativos tambem, e os jogos muito mais maneriros de jogar e de memória. meu voto ainda será para o sistema da APPLE, Iphone. que venha o 5!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *