A Wikipedia Pode ser Considerada Confiável como Fonte de Notícias?

Quando se fala de Wikipedia, quase todos os professores de jornalismo imediatamente afirmam que a enciclopédia colaborativa não é confiável o suficiente para ser usada como fonte, já que pode ser editada por qualquer um a qualquer momento. Mas será que ela é menos confiável que a imensa blogosfera e outras fontes de notícias online? A discussão é bastante interessante e lembra um pouco da crítica da revista Veja a enciclopédia colaborativa que ocorreu no Brasil em 2005.

O tema ressurgiu em um painel no evento SXSW nos EUA, mais precisamente em uma palestra intitulada “Process Journalism: Getting It First, While Getting It Right”, onde a oficial de comunicações da WikiMedia Foundation, Moka Pantages, afirmou:

Eu acredito que a Wikipedia seja uma fonte boa e confiável para notícias contextuais e informações, e deve ser utilizada por todo mundo como recurso, inclusive estudantes. Minha opinião é que, assim como qualquer enciclopédia, não acho que o site deva ser citado como fonte de referência. No entanto, é um excelente ponto de partida para que os alunos iniciem sua pesquisa e comecem a entender o assunto ou tema que irão abordar.

A Luta por Conteúdo em Tempo Real

A palestra contou com jornalistas do New York Times, SeattlePI.com, Journerdism.com e do Gizmodo, todos defendendo que conteúdo criado por usuários, seja tweets, vídeos do Youtube ou outros, podem e devem ser utilizados na cobertura de furos de notícias. Todos os palestrantes concordaram que esse conteúdo deve ser verificado de alguma maneira e deve ser apresentado ao público com um elevado grau de transparência.

Salas de Imprensa Por Toda Web

A repórter do SeattlePI.com, Monica Guzman, falou também sobre a cobertura de um furo de notícia de seu site, se trata de um tiroteio e a busca do criminoso nos dias seguintes. O SeattlePI, antigamente um jornal impresso, migrou para a web tem quase um ano. A maioria dos furos do dia em questão, segundo a repórter, veio do Twitter.

“A mídia colaborou com ela mesma, e foi uma grande agitação de “repórteres” no Twitter”, disse Guzman. “Acabamos usando tweets como pontos de partida. E no final, o Twitter havia colaborado com muitas informações.”

O SeattlePI enviou repórteres para verificar pessoalmente nas ruas algumas das informações, mas como foram verificadas as outras? “Senso Comum”, respondeu a repórter.

O Seattle Times, segundo ela, contou com mais de 500 pessoas colaborando no Google Wave para reunir informações sobre a mesma história.

Wikipedia Assumiu a Cobertura dos Ataques de Terroristas em Mumbai

Então chegou a vez da repórter Moka Pantages para discutir como a comunidade da Wikipedia abordou os atentados de Mumbai em 2008. Embora algumas pessoas falem que a Wikipedia não é confiável, neste caso específico, sua cobertura deste furo superou em muito o que geralmente vemos em blogs normais e jornais tradicionais.

Um usuário em particular, Kensplanets, se destacou na cobertura, utilizando como fonte as últimas notícias da IBN.com. Em casos como este, o aspecto crowdsourcing não só permite múltiplos pontos de vista, mas também uma agregação de vários pontos de vista de diferentes idiomas e regiões.

“Não se trata somente de informações do EUA,” Pantages explicou: “Você tem o New York Times, o Reuters, Times of India, estão todos lá.”

Pantages ainda disse que até o final do primeiro dia de vida do artigo na Wikipedia, ele tinha sido editado 360 vezes, por 70 editores diferentes, com 28 fontes distintas de referência pela web. Embora isso pareça uma situação repleta de confusão e desorientação, a constante discussão que envolve a criação de um artigo, explica Pantages, é “muito semelhante ao que você acha que deveria ser uma sala de imprensa”. No entanto, continuamos a menosprezar a Wikipedia como uma fonte confiável de notícias. Hoje, o  mesmo artigo sobre os ataques em Mumbai de 2008 possui mais de 43.000 palavras com mais de 150 fontes citadas e contou com 1.245 editores.

Wikipedia Como um Agregador de Notícias

Assim como outros serviços de agregação de notícias, a Wikipedia centraliza várias fontes pela web, mas com a vantagem do controle de veracidade humano em vez de algoritmos.

“Não existem relatórios em tempo real na Wikipedia, somente agregação em tempo real,” diz Pantages.

O primeiro nível de triagem da informação já ocorreu no momento que as informações vão para o site. Então, as centenas ou milhares de editores continuam a examinar as informações, discutir as edições e as mudanças em potencial dos canais. As notícias que lemos nos jornais, por outro lado, são analisadas por um pequeno número de pessoas. Certamente, há a questão da qualificação, mas muitos dos colaboradores e editores da Wikipedia são profissionais.

Com isso, se estamos dispostos a considerar conteúdo crowdsourced (tweets, atualizações de Facebook, blogs, vídeos ou qualquer outra fonte) como fontes de informação válida para o mundo, então, uma coleção dessas fontes, cuidadosamente analisadas e com as informações mais importantes sobre o mesmo assunto, assim como encontramos na Wikipedia, seria ainda mais confiável, e não menos.

As mídias tradicionais transmitem furos de notícias incorretas o tempo todo, e mesmo assim aceitamos. Difamar a Wikipedia pelos mesmos erros significa julgar por normas desiguais. Além disso, você provavelmente nunca verá o mesmo nível de transparência na mídia tradicional sobre onde ela errou.

0 responses to “A Wikipedia Pode ser Considerada Confiável como Fonte de Notícias?

  1. Eu particularmente não confio muito para assuntos mais sérios. No tempo de faculdade quem fazia citações da Wikipedia em trabalhos era tido como um imbecil, se fosse TCC então…

  2. Eu particularmente não confio muito para assuntos mais sérios. No tempo de faculdade quem fazia citações da Wikipedia em trabalhos era tido como um imbecil, se fosse TCC então…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *