YouTube Crava Mais um Prego no Caixão do IE6: R.I.P. IE6?

Você sabe quando o fim de um produto está próximo quando alguns países aconselham seus cidadãos a pararem de usá-lo, mas você tem certeza quando a Google anuncia que após certa data não irá suportar mais o navegador que está conosco há quase uma década.

O YouTube anunciou que não irá mais suportar o Internet Explorer 6  a partir de 13 de março, duas semanas após o término do suporte no Google Docs.

Nós suspeitamos que o YouTube irá afetar uma grande parcela de usuários do IE6 e ser o ponto final para o produto.

O Internet Explorer 6 foi lançado em agosto de 2001 e desde então tem vindo junto com o Windows XP, que era o sistema operacional de mais de 60% dos computadores com acesso a intenert no mundo inteiro em Dezembro do ano passado.

O Ars Technica, um blog de tecnologia, explica que a Microsoft se recusa a forçar que seus usuários atualizarem o produto, mesmo que haja um clamor global pela descontinuação do produto. Atualmente, o IE6 dá acesso a cerca de 20% dos internautas no mundo inteiro.

De acordo com a Google, os usuários do IE6 e de outros navegadores antigos ainda poderão assistir aos vídeos, mas será mostrado um aviso, como se pode ver acima, para lembrá-los a atualizarem a cada duas semanas. Algumas funcionalidades não estarão disponíveis a esses usuários até que eles atualizem. A Google considera navegadores antigos aqueles que são mais velhos que o IE7, Firefox 3.0, Chrome 4.0 e Safari 3.0.

Só podemos esperar que este seja um sinal de que veremos alguns novos recursos serem implantados em um futuro próximo no YouTube. E talvez algumas grandes empresas também se virem contra o velho navegador e ajudem a aposentá-lo. Nós torcemos para o sumiço deste navegador, mas não sabemos se só mais um prego no caixão será o suficiente. Aguardamos ansiosamente pelo 13 de Março.

0 responses to “YouTube Crava Mais um Prego no Caixão do IE6: R.I.P. IE6?

Deixe uma resposta para dttg Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *